Finais NBA: Técnico dos Celtics admite dor da derrota, mas espera que experiência eleve o nível do time
Lance!
Finais NBA: Técnico dos Celtics admite dor da derrota, mas espera que experiência eleve o nível do time


Disputando as finais da NBA pela primeira vez desde 2009-10, com um elenco liderado por jovens estrelas e perdendo para um adversário muito mais experiente e acostumado com a pressão, o Boston Celtics parece ter um futuro promissor pela frente. A derrota para o Golden State Warriors por 103 a 90, no TD Garden , nesta quinta-feira, vai ser sentida, mas também deve servir de combustível para o futuro.

Disputando sua primeira final como técnico, Ime Udoka admitiu que a dor de perder uma final da NBA vai durar um tempo. Mas ela precisa servir de aprendizado para o Boston Celtics.

- Provavelmente esse sentimento, essa dor nunca vai embora. Já perdi títulos antes. Agora temos que focar no crescimento e no progresso que alcançamos nessa temporada. Claro que chegar tão perto e perder machuca. As emoções estão à flor da pele no vestiário, mas a principal mensagem é: essa experiência nos mostrou que temos um novo nível a atingir - discursou Udoka.

Primeiro jogador a ultrapassar a marca de 100 desperdícios de bola em uma mesma edição dos playoffs, o ala Jayson Tatum também recebeu uma atenção especial do treinador na coletiva após a derrota desta quinta.

- Ele vai aprender e entender quem ele é nesta liga. Uma estrela, um dos cinco melhores jogadores da liga. E isso tem um porquê. É só o começo para ele em termos de como ele vai ser marcado e a atenção que ele vai chamar das defesas em quadra. O crescimento que ele teve como um facilitador e criador de jogadas vão levá-lo a outro nível - projetou o técnico dos Celtics.

Por fim, Udoka voltou a lamentar as chances perdidas por sua equipe, especialmente nos jogos 4 e 5, vencidos pelos Warriors no último quarto.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários