Cássio lamenta empate do Corinthians, mas diz: 'Saímos frustrados, mas com um ponto'
Lance!
Cássio lamenta empate do Corinthians, mas diz: 'Saímos frustrados, mas com um ponto'


O goleiro Cássio saiu de Curitiba frustrado por não ter conquistado a vitória contra o Athletico-PR, nesta quarta-feira (15), pelo Campeonato Brasileiro . Mesmo tendo jogado em Curitiba, o capitão do Corinthians entende que o clube alvinegro controlou a partida e merecia ter saído com os três pontos.

+ ATUAÇÕES: Roni e Raul Gustavo se tornam vilões no empate do Corinthians com o Athletico-PR

​+ TABELA - Confira e simule os jogos do Corinthians no Brasileirão

– Pela circunstância, poderíamos ter saído com os três pontos, porque controlamos o jogo. Em certo momento, o Athletico foi melhor que a gente, mas no decorrer a gente conseguiu controlar, teve mais finalizações, mais chances, mas faz parte do campeonato – afirmou o camisa 12 na zona mista da Arena da Baixada, após a partida.

Mesmo assim, o gigante, como é conhecido pela Fiel Torcida, reconheceu a importância do ponto conquistado fora de casa, mesmo com a frustração de que poderia ter vencido.

– Corinthians controlou o jogo, dominou as ações, fez bom primeiro tempo, poderíamos ter feito mais gols, difícil jogar aqui, Athletico perde poucos pontos em casa. Saímos frustrados, mas saímos com um ponto

O Timão batia o Furacão até os 34 minutos do segundo tempo, quando Raul Gustavo cometeu um pênalti em Vitor Roque, que foi convertido por Terans.

Cerca de 10 minutos antes, o meia Roni foi expulso em uma confusão com Hugo Moura, do time paranaense, que também recebeu o cartão vermelho.

Mesmo com um atleta indo para o chuveiro mais cedo para cada lado, a situação gerou um abalo emocional ao Corinthians, que cedeu a igualdade ao Athletico.

Cássio destacou que não é a primeira vez que uma situação como essa ocorreu com o Timão nos últimos jogos. O clube teve o meia Cantillo expulso em meio a uma confusão no empate com o Boca Juniors-ARG, na Bombonera, no último dia 17 de maio, ainda pela fase de grupos da Libertadores.

O capitão corintiano alertou a importância de ter a cabeça no lugar, principalmente por conta das decisões que terá pela frente, pela Copa do Brasil e Libertadores. Pela competição continental, inclusive, o Time do Povo vai encarar o mesmo Boca, agora pelas oitavas de final, nos dias 28 de junho e 7 de julho.

– A gente tem que ser inteligente para tirar coisas positivas dessa situação. A questão da expulsão não é primeira vez que acontece, mas não estamos aqui pra crucificar. Mas serve de experiência porque vamos para dois matas-mata e esse tipo de jogos faz a diferença entre se classificar e ser eliminado – destacou o goleiro.

Após empatar como visitante, o Corinthians terá uma sequência de quatro jogos consecutivos na Neo Química Arena.

Neste domingo (19), o Timão encara o Goiás, pelo Brasileiro. Na sequência serão dois jogos contra o Santos, pelo Brasileiro e Copa do Brasil, encerrando com o confronto de ida das oitavas da Libertas, contra o Boca.

– Temos que fazer valer a força em casa, estamos fazendo um campeonato regular, entre os primeiros, atuações importantes. Nos matas mata não podemos pensar quanto aos pontos, mas focar 100% no primeiro jogo e ir por etapas – trouxe Cássio.

Com o resultado em Curitiba, o Corinthians foi para 22 pontos no Campeonato Brasileiro, mesmo número que o líder Palmeiras. No entanto, o clube alviverde tem oito gols a mais de saldo.

Nesta quinta-feira (16), o Verdão enfrentará o Atlético-GO, no Allianz Parque, e poderá abrir três pontos do Timão na ponta do Brasileirão.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários