Marcos Marajó atropela Thiago Manchinha no SFT 35, mas não leva cinturão após falha na pesagem
TATAME
Marcos Marajó atropela Thiago Manchinha no SFT 35, mas não leva cinturão após falha na pesagem


Fortes emoções, nocautes plásticos e belas finalizações marcaram o SFT 35, transmitido no último fim de semana, direto do Clube Atlético Juventus, em São Paulo (SP). Na luta principal, Marcos Marajó - que falhou em 100g na pesagem e perdeu o cinturão peso-pena de MMA - não tomou conhecimento de Thiago Manchinha, venceu por nocaute técnico no primeiro round e conquistou o direito de disputar o título novamente já em seu próximo compromisso.

No co-main event, Carlos Prates, campeão meio-médio do SFT Xtreme, voltou a lutar artes marciais mistas, e também por nocaute técnico, derrotou Taffarel Brasil no segundo assalto, se aproximando do title shot na modalidade.

Ao término do SFT 35, David Hudson, presidente da organização, anunciou Marajó e Prates como donos dos bônus de "Melhor Performance", enquanto Daniel Canhoto, que superou Rochinha Junior com um justo triângulo, levou o prêmio de "Melhor Finalização".

Após falha, Marajó vence e convence

De certa forma engasgado após ultrapassar em 100g o limite do peso-pena, falhar na pesagem e perder o cinturão da categoria, Marcos Marajó entrou na luta principal contra Thiago Manchinha disposto a mostrar que, apesar do problema, ele seguia sendo o campeão. E mostrou isso ainda no primeiro round. O manauara conectou uma bomba de direita em Manchinha, partiu pra cima com tudo e completou o serviço com cotoveladas no ground and pound.

Agora com três vitórias seguidas - ao todo são 19 triunfos e cinco derrotas no MMA -, Marajó irá disputar o título vago do peso-pena já no próximo combate, de acordo com o presidente David Hudson. Resta apenas a confirmação do seu adversário.

Carlos Prates em busca de novo título

No co-main event, Carlos Prates salientou porque é o campeão meio-médio do SFT Xtreme e, em ação no MMA, até passou um trabalho inicial contra Taffarel Brasi, que apresentou muita agressividade. No segundo round, porém, não teve jeito, e depois de encurralar o oponente na grade, Carlos encaixou uma sequência fulminante de golpes, decretando o nocaute técnico com uma joelhada.

Somando quatro resultados positivos no evento (dois em cada modalidade), Carlos Prates vai em busca de se tornar campeão duplo até 77kg: Xtreme e MMA.

Belas finalizações marcam o evento

Três belas finalizações completaram os destaques do SFT 35. Pelo card principal, Cassio Jacaré precisou de poucos segundos para pegar Tyago Buda com uma chave de joelho reta e forçar os três tapinhas do oponente. André Fischer, por sua vez, apresentou sagacidade no chão para inverter um posição desfavorável, quedar Victor Romero e aplicar um katagatame.

Vencedor do bônus de "Melhor Finalização", o peso-galo Daniel Canhoto aproveitou um ataque errado de Rochinha Junior e, sem dar tempo para o rival pensar, encaixou um triângulo no primeiro round.

Aposentadoria e mais atrações do card

Ainda no card principal do SFT 35, Lany Silva e Bianca Sattelmayer empataram (29-27, 28-28 e 27-29) em um duelo alucinante de Xtreme, onde ambas tiveram grandes momentos. Já Victor Romero, na luta que fechou o card preliminar, anunciou sua aposentadoria após a derrota para Fischer. Aos 40 anos, o lutador somou 11 triunfos e seis reveses no MMA.

Nos confrontos decididos pelos jurados, Marcone Muniz e Waleska Karoline apresentaram superioridade sobre Antônio Piauí e Paty Borges, respectivamente, e levaram a melhor por unanimidade. A peso-palha Luana Diniz, por outro lado, teve trabalho para bater Poliana Viana por decisão dividida.

Na luta que abriu a noite do SFT 35, depois três rounds agitados e muita trocação, Julio Claybom derrotou Gabriel Alves por decisão dividida dos jurados pela categoria dos galos.

RESULTADOS COMPLETOS:

SFT 35
Clube Atlético Juventus, em São Paulo (SP)

Card principal

Marcos Marajó derrotou Thiago Manchinha por nocaute técnico no 1R
Carlos Prates derrotou Taffarel Brasil por nocaute técnico no 2R
Cassio Jacaré finalizou Tyago Buda com uma chave de joelho no 1R
Lany Silva x Bianca Sattelmayer terminou em empate (Xtreme)

Card preliminar
André Fischer finalizou Victor Romero com um katagatame no 1R
Marcone Muniz derrotou Antônio Piauí por decisão unânime dos jurados
Waleska Karoline derrotou Paty Borges por decisão unânime dos jurados
Daniel Canhoto finalizou Rochinha Junior com um triângulo no 1R
Luana Diniz derrotou Poliana Viana por decisão dividida dos jurados
Julio Claybom derrotou Gabriel Alves por decisão dividida dos jurados

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários