Atlético-MG sai na frente, mas Santos busca empate no Mineirão
LANCE!/DIARIO DO PEIXE
Atlético-MG sai na frente, mas Santos busca empate no Mineirão


O duelo entre Santos e arbitragem, particularmente a de vídeo, popularmente chamada de VAR, teve mais dois rounds neste sábado (11), no jogo contra o Atlético-MG, no Mineirão. E o time da Vila Belmiro, desta vez, ficou, literalmente, no empate: 1 a 1. O Galo saiu na frente com Sávio, e o Peixe empatou com gol de Rwan Seco.

A primeira interferência do VAR foi contra o Santos. No início do segundo tempo, Lucas Pires segurou Sávio e foi advertido com o cartão amarelo, mas acabou levando o vermelho após Marcelo de Lima Henrique ser chamado pelo árbitro de vídeo.

Segundo a Central do Apito, do SporTV, o jogador não deveria ter sido expulso, já que Maicon chegava para fazer a cobertura, o que justificaria a punição mais branda.

No finzinho da partida, perto dos 40 minutos da etapa final, o empate heroico do Peixe também chegou após o VAR entrar em ação. O árbitro de vídeo chamou Marcelo de Lima Henrique para marcar um pênalti de Jair em Bauermann. Na cobrança, Rwan Seco mostrou personalidade e deixou tudo igual.

O resultado de 1 a 1 levou o Santos ao sexto jogo sem vitória, mas, diante das circunstâncias, pode ser considerado bom para o time da Vila, principalmente diante de um dos favoritos ao título.

O Santos volta a campo na próxima terça-feira (14), para encarar o Juventude, no Sul do País. Marcos Leonardo, que está servindo a Seleção Brasileira Sub-20 junto com o zagueiro Kaiky, dificilmente ficará à disposição do técnico Fábian Bustos, já que terá um compromisso na noite de domingo, diante do Uruguai, na decisão do quadrangular final Sul-Americano, no Espírito Santo.

O jogo

Bustos montou o time com três volantes para tentar parar o meio-campo criativo do Atlético-MG, mas o argentino não contava com a falha dupla de seus laterais logo aos 5 minutos. Madson deu espaço demais a Keno, Lucas Pires não observou as costas e o jovem Sávio abriu o marcador: 1 a 0.

Aos 11 minutos, a primeira mudança, forçada. Madson sentiu lesão muscular e foi substituído por Auro. O time melhorou um pouco na marcação e teve a chance de empatar aos 12 minutos, mas a cabeçada de Eduardo Bauermann explodiu no travessão de Everson.

O lance isolado não mudou o panorama do jogo, e o Santos passou praticamente todo o tempo correndo atrás do Atlético-MG, que abusou da troca de passes, mas foi pouco efetivo na hora da conclusão contra o gol de João Paulo, que trabalhou apenas uma vez.

No último lance, porém, o time saiu rápido para o ataque, mas Everson evitou o que seria um golaço de Bryan Ângulo, após jogada entre Sandry e Rwan Seco.

Galo saiu na frente, mas Peixe empatou (Foto: Pedro Souza / Atlético)

Segundo tempo

Na volta do intervalo, o Santos se arriscou um pouco mais, e teve boa chance logo aos 3 minutos, com Rwan Seco recebendo bom passe de Rodrigo Fernández, mas chutando fraco, nas mãos de Everson.

A resposta do Atlético-MG foi rápida, mas Hulk, ao tentar a cavadinha, parou em João Paulo. Na sequência, Zanocelo mandou para as redes, mas o gol foi anulado corretamente, por impedimento.

A reação do Santos quase foi interrompida aos 13 minutos, depois que Lucas Pires derrubou Sávio e recebeu cartão amarelo, mas acabou expulso de campo após revisão do VAR.

Aos 39, no entanto, o VAR acabou "ajudando" o Santos a chegar ao empate, ao alertar a arbitragem sobre um pênalti de Jair em Eduardo Bauermann. Rwan Seco, o melhor do time, mostrou personalidade, cobrou e bateu, dando números finais ao duelo: 1 a 1.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 1 X 1 SANTOS


Data e hora: 11 de junho de 2021, às 19h
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CE)
Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE) e Renan Aguiar da Costa (CE)
Árbitro de vídeo: Rafael Traci (SC)
Cartões amarelos: Guilherme Arana, Alan, Jair, Everson (Atlético-MG), João Paulo, Ângelo, Auro (Santos)
Cartão vermelho: Lucas Pires (Santos)
GOLS: Sávio (1 x 0, aos 5 minutos do 1º tempo), Rwan Seco (1 x 1, aos 39 minutos do 2º tempo).

ATLÉTICO-MG : Everson; Guga, Réver, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan (Eduardo Sasha), Jair e Nacho Fernández e Keno; Sávio e Hulk; Técnico: Turco Mohamed

SANTOS : João Paulo; Madson, Maicon, Eduardo Bauermann e Lucas Pires; Rodrigo Fernández (Camacho), Sandry, Vinícius Zanocelo (Ângelo) e Rwan Seco; Lucas Braga (Bruno Oliveira) e Bryan Angulo (Felipe Jonatan) Técnico: Fabián Bustos

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários