Brasileira fica fora de disputa de cinturão no UFC por decisão de Dana White: ‘O timing é tudo’
TATAME
Brasileira fica fora de disputa de cinturão no UFC por decisão de Dana White: ‘O timing é tudo’


O presidente falou, tá falado. Dana White decretou que a desafiante de Carla Esparza, dona do cinturão peso-palha do UFC, será definida na luta entre Joanna Jedrzejczyk e Weili Zhang, marcada para o próximo sábado (11), em Singapura, na 275º edição do Ultimate. A notícia não foi nada boa para a brasileira Marina Rodriguez, que vem embalada por quatro vitórias seguidas.

- Ela (Marina Rodriguez) está logo ali. Essas coisas acontecem. O timing é tudo - explicou Dana, em entrevista ao site “The Underground, para sacramentar logo a seguir:

- Quem vencer (entre Joanna e Zhang), definitivamente, vai enfrentar (Carla) Esparza pelo título. Tenho certeza que Esparza vai assistir o evento de sábado com atenção e estará pronta para enfrentar quem quer que vença -.

White está confiante num grande espetáculo mesmo que, para muitos, Jedrzejczyk e Zhang não estejam em boa fase. Apesar de admitir que seja muito difícil suplantar a luta de março de 2020, quando a polonesa, em seu último combate desde então, foi derrotada por Zhang, num confronto considerado um dos maiores da história do MMA.

“Eu não sei como você supera aquela primeira luta (entre elas), para colocar esse tipo de pressão na luta em si. As duas são absolutamente selvagens. Deve ser uma grande luta”, espera o presidente do UFC.

Atual campeã peso-palha, Esparza levou o cinturão ao vencer Rose Namajunas, numa decisão dividida, em maio passado. Independentemente de quem seja sua adversária, a parada não será fácil. Aos 34 anos, Jedrzejczyk é uma das melhores lutadoras da história do MMA, estreou no UFC em 2014, disputou 14 lutas, venceu dez e perdeu quatro vezes. Com dois anos a menos, Zhang tem cartel de 21 vitórias e três derrotas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários