Fabrizio Gallas: 'Nadal, o maior atleta de todos os tempos'
Lance!
Fabrizio Gallas: 'Nadal, o maior atleta de todos os tempos'


Nadal, o maior atleta de todos os tempos

No geral foi dos títulos, se não o título mais especial da carreira de Rafael Nadal. Improvável eu não diria porque o Australian Open do começo do ano vindo de meses parado e com 2 sets a 0 abaixo na final foi algo fora do comum, mas teve um sabor muito emocionante.

O momento mais tenso deste domingo foi o discurso de Rafael Nadal após o 14º título de Roland Garros. A final em si não teve graça com um domínio total do espanhol. Esperado diante de um tenista com retrospecto avassalador no torneio e outro em sua primeira decisão de um Grand Slam.

As últimas declarações do espanhol e o pré-jogo até com possível presença de Federer na premiação ligaram o alerta para a aposentadoria trouxeram um ambiente diferente para o pós-jogo, o que não aconteceu.

Nadal explicou que jogou o torneio inteiro com infiltrações e que a partir de agora não vai repetir . É perigoso para sua vida as consequências. No máximo vai jogar com anti-inflamatórios e uma cirurgia até é cogitada, mas ele pesaria na balança se à essa altura com 36 anos e com tudo o que já conquistou se valeria a pena.

Nadal quer jogar Wimbledon, quer seguir tentando. E isso é louvável. Mostra que ele é especial. Com tudo que já conquistou. Agora com 22 Grand Slams, maior número na história, tantos recordes batidos. É uma pessoa fora da curva e na minha opinião o maior atleta de todos os tempos. De todos os esportes. Pode você gostar ou não do seu estilo de jogo. É um conjunto. É o exemplo. São os desafios que ele supera. É especial.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários