Vítor Pereira destaca raça do Corinthians contra o Atlético-GO: 'Viemos com o espírito certo'
Lance!
Vítor Pereira destaca raça do Corinthians contra o Atlético-GO: 'Viemos com o espírito certo'


Depois de sete partidas, o Corinthians voltou a vencer o Atlético-GO. A última vez que o Timão bateu o Dragão foi no Brasileirão de 2017, por 1 a 0, no estádio Serra Dourada, com gol de Rodriguinho.

+ GALERIA - Confira do Timão contra possíveis adversários na Copa do Brasil

Após o triunfo inédito no Antônio Accioly, por 1 a 0 , Vítor Pereira destacou a entrega da equipe para superar as adversidades e conquistar a vitória que recolocou o clube alvinegro na ponta do Brasileirão .

- Jogo difícil, sabíamos que seria difícil. Difícil para preparar pelos muitos problemas que temos com jogadores importantes. Viemos com o espírito certo, sem esse espírito de equipe, não conseguiríamos os pontos. Essa forma de determinados momentos procurar jogar com qualidade em termos ofensivos, e em outros momentos, essencialmente quando os jogadores de mais qualidade técnica começam a ficar fadigados, e começam a entrar jogadores que não tem tempo de jogo, que necessitamos deles. Hoje, em um momento em que o adversário nos empurrou para trás, soubemos controlar e levamos a vitória com base nesse espírito de grupo e a força da torcida, que era o nosso objetivo - declarou o treinador na coletiva.

Ao ser questionado sobre o que pode ser feito para melhorar a atuação da equipe, Vítor disse que isso só será possível com a volta dos jogadores lesionados. Hoje, ele não contou com Fagner, João Victor, Paulinho, Ruan Oliveira, Willian e Jô, além de Maycon, suspenso. Ele ressaltou a importância dos jogadores que estiveram em campo, que souberam entender o momento para atacar e se defender.

- Melhorar? Melhorar só quando os sete jogadores que estão lesionados voltarem. Mais soluções, melhoramos automaticamente. O nosso trabalho é esse, recuperar os jogadores lesionados, jogadores importantes, e continuar a trabalhar. Quando foi possível jogar com qualidade, jogamos com qualidade, atacamos com qualidade. Quando não foi possível, defendemos com qualidade. Defender faz parte do jogo e é preciso defender com qualidade em determinados momentos do jogo. Conseguimos uma vitória importante. Alguns dos jogadores tinham pouco tempo. Precisamos de todos. Todos juntos mais a nossa torcida, vamos conseguindo vitórias e pontos. Tem que ser dessa forma, unidos, e contar com toda gente, os miúdos e os mais experientes - ponderou.

+ TABELA - Confira e simule os jogos do Corinthians no Brasileirão

Perguntado sobre a não utilização de Luan, que nem relacionado foi para o confronto contra o Atlético-GO, Vítor Pereira revelou que o camisa 7 ia ser escalado em três ocasiões, mas acabou se lesionando antes dessas oportunidades. O treinador cobrou mais entrega do meia nos treinos.

- O Luan já esteve três vezes para ser escalado, e no último momento, vai para o departamento médico. Portanto, não é da minha responsabilidade. Era para ele vir, só que no último treino, queixou-se de um problema e foi para o departamento médico. Isso aconteceu três vezes. Durante o tempo que aqui estou, tem ficado fora de muitos treinos, grande parte do tempo não trabalhou comigo. Se o Luan quiser se entregar no treino e no jogo, eu não coloco ninguém de parte. Precisamos de todos, e do Luan também. A verdade é essa - afirmou o treinador, que ainda não usou Luan desde que chegou ao Parque São Jorge.

O lusitano voltou a destacar a entrega e comprometimentos dos atletas que estiveram em campo e conquistaram os três pontos.

- Fundamentalmente, nas circunstâncias que jogamos o jogo, hoje valeu o espírito de equipe. Muitos jogadores importantes de fora. O que eu quero é valorizar o trabalho dos que estiveram em campo, trabalharam muito, um espírito de equipe muito forte. Forte também, só assim foi possível chegar aqui e levar os três pontos - concluiu Vítor Pereira.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários