Rodrigo Caio sofreu uma infecção após passar por uma artroscopia no início de dezembro
Marcelo Cortes/Flamengo
Rodrigo Caio sofreu uma infecção após passar por uma artroscopia no início de dezembro

De volta ao gramado após longos meses de inatividade, o zagueiro Rodrigo Caio relatou os momentos de tensão vividos por uma grave lesão no joelho, que sofreu uma infecção no último dia de 2021, após ele passar por uma artroscopia no início de dezembro. Em entrevista à TV Globo, o zagueiro admitiu que temeu não só por sua carreira, mas também por sua vida.

"Pela carreira, claro que você fica em dúvida e pensa: "Como que meu joelho vai reagir?". Mas você fica mais tranquilo. Em relação a minha vida, eu fiquei mais preocupado. Eu não conseguia levantar de cama. Eu vinha para o CT e sentia meu corpo quente. Fazia um pouco de exercício e parecia sair fumaça, orelhas quentes. Pensava: "Caramba, será que meu corpo não vai reagir para combater essa coisa ruim por causa dos antibióticos?"", disse Rodrigo.

"Pensava se não ia ter mais energia para focar totalmente no meu joelho, na massa muscular, em ganhar peso. Não tinha fome, não tinha nada. Era essa a preocupação, o joelho ficava em segundo plano. Primeiro é sua vida. Depois, meu corpo começou a reagir", completou.

Rodrigo Caio  também falou projetou o próximo jogo do Flamengo, contra o Fortaleza. Desde seu retorno, foram cinco vitórias e um empate do Rubro-Negro.

"O Brasileirão, por ser tão difícil, tem uma história diferente em cada jogo. Por mais que o Fortaleza tenha dois pontos, precisamos encontrar soluções dentro da partida. Tivemos jogos difíceis contra eles. É um time muito físico. O Mister preparou bem a semana, já exigindo essa questão da intensidade como o Fortaleza joga, com linha de três atrás, dois jogadores enfiados... Temos que ter atenção para um grande jogo e seguir com a sequência de vitórias", declarou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários