Corinthians teve semana livre, mas agitada durante preparação para enfrentar o Atlético-GO
Fábio Lázaro
Corinthians teve semana livre, mas agitada durante preparação para enfrentar o Atlético-GO


Meio de semana livre, sem jogos, é tudo o que os times brasileiros mais querem. Conseguir, é sinônimo de dias tranquilos, mas não para o Corinthians , pelo menos nestes últimos dias.

+ GALERIA - Confira do Timão contra possíveis adversários na Copa do Brasil

+ TABELA - Confira e simule os jogos do Campeonato Brasileiro

O Timão teve um intervalo de seis dias entre o empate em 1 a 1 com o América-MG, em casa, no último domingo (29), e o confronto diante o Atlético-GO, que acontece neste sábado (4), às 20h30, ambos pelo Brasileirão. No entanto, o que não faltaram neste período foram problemas, dentro e fora de campo.

No extracampo, o noticiário foi marcado por novas denúncias de ameaças ao meia Willian. Após o jogo contra o Coelho, a esposa do jogador divulgou uma mensagem em tom agressivo enviada por um suposto torcedor ao perfil do atleta.

- Corinthians é tiro, é bandido, facada, time de favela, de bagunça! Não é essa p**** que tá aí não, cambada de marica! Ou joga por amor ou joga por terror! Já vai tarde, tem que ser homem em dobro para vestir nossa camisa, c.... - escreveu o usuário identificado como ‘raphaoriginal’.

Willian registrou ocorrência pelo fato, e o responsável pelas ameaças foi identificado, detido para prestar depoimentos e responderá judicialmente.

Ainda assim, a situação fez com que novamente o jogador refletisse sobre a possibilidade de deixar o Timão na janela de transferências que abrirá no meio deste ano. A família do atleta deseja retornar para a Europa, e ele já admite a ideia. Contudo, segundo o que foi apurado pelo LANCE!, até o momento não houve times europeus que manifestaram interesse no camisa 10 corintiano.

Em relação aos fatos de campo, o Corinthians seguirá sofrendo com desfalques. Mesmo com seis dias livres, sem jogos, atletas que estavam entregues ao departamento médico não se recuperaram, casos do zagueiro João Victor, com uma entorse no tornozelo direito, e o atacante Jô, com um trauma na perna esquerda.

O lateral-direito Fagner não foi liberado do cronograma de transição físico que está fazendo há duas semanas desde a recuperação de uma entorse no tornozelo direito sofrida há um mês.

Para piorar, os desfalques aumentaram. Willian, havia deixado o gramado da Neo Química Arena no fim do primeiro do jogo contra o América-MG, no último fim de semana, fez tratamento para se recuperar de um trauma no tornozelo, mas não conseguiu e será desfalque contra o Altético-GO. E na véspera do confronto diante do Dragão, o zagueiro Raul Gustavo foi diagnosticado com Covid-19.

Inclui-se aos desfalques, o meia Maycon, que recebeu o terceiro cartão amarelo no último jogo e está fora do confronto diante do clube goiano.

Tudo isso ainda é somado a perda da liderança corintiana, que aconteceu com o resultado do último fim de semana. Com o empate, em casa, contra o América-MG, o Timão viu Palmeiras e Atlético-MG o ultrapassarem, mesmo tendo o mesmo número de pontos.

Agora, restará ao clube alvinegro voltar a vencer, depois de cinco empates consecutivos, e torcer para que Verdão e Galo empatem, no confronto direto entre os adversários diretos do Corinthians que acontecerá no domingo (5), às 16h, em São Paulo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários