Ao L!, Mimi fala sobre experiência na Europa e começo no São Paulo
Gabriel Santos
Ao L!, Mimi fala sobre experiência na Europa e começo no São Paulo


A zagueira Mimi foi uma das contratações do São Paulo para esta temporada. Experiente, a jogadora de 30 anos falou com exclusividade ao LANCE! sobre a sua passagem pelo futebol europeu, quando atuou no ASJ Sochaux-FRA, além do seu começo no Tricolor.


VEJA A TABELA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Ela estreou como titular do São Paulo na última segunda-feira, na vitória por 4 a 1 sobre o Atlético-MG, pelo Campeonato Brasileiro. Mimi analisou sua adaptação e o momento do clube.

- (O meu começo) Foi de adaptação a um trabalho novo, com atletas que ainda não tinham jogado juntas. Porém, trabalhamos bastante e acho que hoje estamos evoluindo bem - disse a jogadora.

VEJA OUTRAS RESPOSTAS DE MIMI

L!: Quanto que sua experiência na Europa ajuda no dia a dia no São Paulo? Há muito diferença entre o futebol europeu com o brasileiro?
Eu acho que a minha experiência agrega muito mais pelo fato de eu estar a um tempo no futebol. Existe sim uma diferença (Brasil e Europa), acho que a gente ainda está um pouco atrás, na parte de ter mais times com base, como sub-12, sub-13, etc. Acho que isso ajuda muito na formação da atleta. Porém, estamos em evolução.

L!: O São Paulo está na quarta colocação do Campeonato Brasileiro e enfrentará o CRESSPOM, clube que vem em má fase. Como está a expectativa para o confronto?
Aqui no São Paulo uma coisa que o Lucas fala bastante, é sobre quando vamos enfrentar algum time que está em má fase. Ele diz que a gente tem que ter a concentração e determinação em dobro, porque mesmo em má fase, esses times podem complicar a partida e nos tirar pontos.

L!: Você jogou na Ferroviária e no Corinthians, duas equipes que são referências no futebol feminino. Já o São Paulo vem crescendo na modalidade, chegando em finais e buscando títulos. Acha que o clube está no caminho certo? Como você vê esse crescimento do Tricolor no futebol feminino.
Eu acho que esse ano, ter contratado algumas meninas mais experientes, ajudou muito a agregar com as mais novas. Na minha opinião, acredito sim que estamos no caminho certo, mas ainda tem muita coisa a se melhorar. Acredito que as mais velhas ajudam nessa evolução do clube.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários