RFA domina prêmios individuais do Campeonato Carioca de Futebol Americano
Henrique Frederico - Valinor Conteúdo
RFA domina prêmios individuais do Campeonato Carioca de Futebol Americano


Além de ter conquistado o título Carioca de 2022 ao vencer o Flamengo Imperadores no último domingo (29/5) por 6 a 0, o Rio Football Academy (RFA) também foi soberano nos prêmios individuais da competição. A equipe, que é uma tradicional formadora de atletas no Rio de Janeiro, teve três profissionais premiados no torneio estadual.

O treinador Patrick Dutton foi eleito o melhor coach da competição. O kicker Léo, que brilhou na decisão com dois field goals, foi considerado o melhor jogador de ataque. Por sua vez, o norte-americano Carlos Cox ganhou como o melhor defensor do torneio.

Em entrevista à Agência Valinor Conteúdo, o coach Patrick Dutton fala sobre importância desse título para o RFA.

“O campeonato estadual é muito importante. Somos um projeto formador de atletas, uma escolinha e não temos vergonha disso. É uma escolinha que trabalha bem forte os fundamentos, as técnicas e fazemos questão de ensinar o esporte como é feito nos Estados Unidos. Muitos dos nossos meninos estão há oito anos conosco e isso é importante para a cultura do futebol americano . Então, depois desse tempo, colher esses frutos e ganhar quase tudo que participamos mostra que estamos no caminho certo”, destaca.

Sobre a vitória por 6 a 0 sobre o Flamengo Imperadores na final, Dutton explicou que o RFA estudou bastante o ataque adversário para evitar as jogadas entre o quarterback Ramon “Mamão” Martire e Romulo “R40” Ramos.

“O jogo foi bastante apertado. A defesa do Flamengo é muito forte e sabíamos que teríamos que conquistar cada jarda na raça. Por isso, programamos a nossa defesa para parar a qualidade deles, que é o jogo corrido, com o Romulo ‘R40’. Eles têm o quarterback da Seleção Brasileira, o Ramon Martire e buscamos fazer marcação dupla no principal alvo dele. Nossa defesa estava bem postada e terminamos o campeonato sem tomar nenhum ponto”, destacou.

O treinador, que também joga como recebedor do RFA, também enalteceu a partida feita pelo ataque do time. “Na parte ofensiva, nosso ataque teve que caminhar jarda a jarda. Nosso quarterback Vitor Paiva teve um bom jogo e acertou 18 de 21 passes. Ele foi quase perfeito e soube gerenciar bem o ataque. No jogo, eu fui bastante acionado, com oito recepções para 80 jardas. E o nosso kicker teve a responsabilidade de decidir o jogo em dois chutes, valendo três pontos cada um e foi o responsável direto pelo placar de 6 a 0”, detalhou.

O projeto do RFA recebe crianças a partir dos cinco anos para a prática do futebol americano. Mais informações podem ser obtidas no Instagram da equipe.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários