João Paulo Diniz visita triatletas mirins de projeto social no Ceará
Lance!
João Paulo Diniz visita triatletas mirins de projeto social no Ceará


Um dos maiores incentivadores do esporte no Brasil, João Paulo Diniz foi conhecer de perto a mais nova geração do triatlo nacional, na semana passada, no Ceará. O empresário acompanhou Juraci Moreira, triatleta com três participações olímpicas e presidente fundador do Instituto Escolinha de Triathlon Formando Campeões, nas visitas aos núcleos do projeto na região metropolitana de Fortaleza.

+ Três vezes campeão do PGA Tour, golfista Bart Bryant morre em acidente de carro aos 59 anos

Apenas no Estado do Ceará, Juraci colocou em execução seis Escolinhas de Triathlon, que atendem 360 crianças e adolescentes. As visitas incluíram, além de muito bate-papo, treinos especiais com a criançada.

Por meio do Grupo Pão de Açúcar, controlado na época pela família Diniz, o triatlo teve seus primeiros investimentos, desde a formação da primeira equipe olímpica do país, para os Jogos de Sydney 2000. No grupo patrocinado pela empresa, estavam nomes como Juraci Moreira, Leandro Macedo, Mariana Ohata e Carla Moreno, responsáveis por algumas das maiores conquistas do Brasil na modalidade.

Triatleta amador e grande incentivador do esporte, João Paulo Diniz apoia as Escolinhas de Triathlon Formando Campeões desde o início do projeto, referência na formação das categorias de base do esporte, hoje com 18 núcleos espalhados pelo Brasil.

- Eu já era fã do Juraci desde o primeiro núcleo do projeto, em 2015 lá em Curitiba. Inspirar e incentivar uma geração cheia de energia por meio do esporte é fundamental para a formação dos nossos jovens, e a Escolinha de Triathlon Formando Campeões faz isso com excelência - elogiou João Paulo Diniz.

- Estar com essas crianças nos núcleos do Ceará, ver o brilho no olho deles nadando, falando da bicicleta, da corrida, falando das provas, interessados em aprender, é muito impressionante.

Todos os cinco núcleos da Escolinha de Triathlon ficam na região metropolitana de Fortaleza, nas cidades de Aracati, Aquiraz, Cascavel, Caucaia e Maracanaú. O projeto atende crianças de 8 a 17 anos regularmente matriculadas em escolas da rede pública de ensino. O objetivo é gerar inclusão e transformação social por meio do esporte, no caso, o Triathlon.

- Algumas dessas crianças podem se tornar grandes atletas, mas sem dúvida todas se tornarão grandes cidadãos. No núcleo de Caucaia, participei de um aquathlon com os alunos, e foi desafiador. Eles são bons demais - contou João Paulo Diniz.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários