Extracampo pesa, Willian deseja deixar o Corinthians, mas falta de opções no mercado dificultam saída
Lance!
Extracampo pesa, Willian deseja deixar o Corinthians, mas falta de opções no mercado dificultam saída


Contratado em agosto do ano passado como um dos negócios mais badalados do futebol brasileiro, Willian vem se mostrando cada vez mais incomodado com os problemas extracampo e considera deixar o Corinthians na próxima janela de transferências. No entanto, o jogador não recebeu propostas para retornar ao futebol europeu.

GALERIA - Veja os garotos da base que tiveram chances com VP

Segundo apurado pela reportagem do LANCE! , o ambiente no futebol brasileiro vem deixando Willian e pessoas próximas ao jogador cada vez mais incomodadas e inseguras, e o atleta tem interesse em sair do Timão e retornar ao Velho Continente, onde jogou pelo Shakhtar Donetsk, Chelsea e Arsenal.

Contudo, Willian tem contrato com o clube alvinegro até dezembro de 2023 e até o momento, segundo apurado pela reportagem, nenhuma proposta oficial chegou para a diretoria do Timão, que não pretende se desfazer do atleta.

O camisa 10 foi titular no empate por 1 a 1 contra o América-MG, pela oitava rodada do Brasileirão, mas foi substituído por Adson aos 43 minutos do primeiro tempo após receber uma pancada no tornozelo. Ele será reavaliado pelo departamento médico do clube alvinegro.

Após o duelo contra o Coelho, Vítor Pereira lamentou a falta de punição por entradas no camisa 10, que constantemente sofre um rodízio de faltas dos adversários.

+ TABELA - Confira e simule os jogos do Campeonato Brasileiro

- Um elenco que, quando temos quatro jogadores lesionados, perdemos intensidade. Temos o Paulinho lesionado, o Jô, João Victor, Willian agora... Esses jogadores que acrescentam alguma coisa ao jogo, se forem castigados com entradas violentas, e certas entradas não forem punidas com o cartão vermelho, esse tipo de jogadores vai estar muitas vezes fora. São castigados. O Willian então, é castigado consecutivamente - declarou Vítor na coletiva após o empate com o América-MG.

Depois da partida, a esposa do meia-atacante usou as redes sociais para expor mensagens de torcedores do clube alvinegro usando tom de ameaça.

Esta não é a primeira vez que Willian e sua família receberam ameaças virtuais. Há cerca de dois meses atrás, após a derrota por 2 a 0 contra o Always Ready-BOL, na rodada inaugural da fase de grupos da Libertadores, torcedores uniformizados foram até a porta do CT Joaquim Grava em tom de protesto, e alguns membros chegaram a ter a entrada autorizada para conversar com jogadores, integrantes da comissão técnica e diretoria.

Entre os atletas, os mais experientes foram os maiores alvos de reclamação. No entanto, o problema maior foi com ações isoladas de alguns perfis de redes sociais ameaçando os jogadores e os seus familiares. No caso de Willian, a sua filha recebeu mensagens de ódio nas redes.

A maioria dos criminosos que ameaçaram não só a filha de Willian, mas também outros atletas e familiares, como Cássio, Gil e Paulinho, além do presidente corintiano Duílio Monteiro Alves, foram identificados e convocados a depor à polícia, em São Paulo.

Inicialmente, os familiares do camisa 10 corintiano questionaram a sua permanência no futebol brasileiro, algo que foi informado inicialmente pela ‘ESPN’ e confirmado pelo LANCE! .

Alguns hábitos de Willian e a sua família foram modificados após o incidente, como o acompanhamento de seguranças e a redução na participação em alguns compromissos particulares externos a fim de evitar a exposição a violência.

Segundo o Footstats, Willian é o jogador do Brasileirão com mais dribles acertados (18). Em toda a temporada, o camisa 10 é o terceiro atleta do Timão em finalizações (30) e o segundo em assistências para finalizações (34). Nesta segundo passagem pelo Time do Povo, ele disputou 35 jogos, sendo 24 como titular, tendo marcado um gol e distribuído cinco assistências.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários