Alison dos Santos leva ouro na Liga Diamante com melhor tempo do ano
Lance!
Alison dos Santos leva ouro na Liga Diamante com melhor tempo do ano


Medalhista de bronze nos 400m com barreiras nos Jogos Olímpicos de Tóquio , o brasileiro Alison dos Santos foi o campeão da terceira etapa da Liga Diamante, em Eugene, nos Estados Unidos. As disputas aconteceram no Hayward Field da Universidade do Oregon, mesmo estádio que receberá o Mundial de 2022, entre 15 e 24 de julho.

+ Leal não atuará na etapa de Brasília da Liga das Nações

O paulista de apenas 21 anos melhorou em um centésimo o tempo mais rápido da temporada, que também era seu. Desta vez, ele completou a prova em 47s23 e se manteve na liderança do ranking mundial da prova. Ele liderou a disputa do início ao fim, em mais um passo rumo ao Mundial.

Os americanos Khallifah Rosser e Quincy Hall ficaram com a segunda e a terceira colocações, com o mesmo tempo: 48s10, recordes pessoais e resultado decidido apenas na foto de chegada.

Paulista de São Joaquim da Barra, Alison é dono da terceira melhor marca da história da prova, com 46s72, obtida em Tóquio. Ele começou muito bem a temporada, que tem como objetivo o Mundial do Oregon e, a longo prazo, uma medalha na Olimpíada de Paris-2024. O atleta defende o Pinheiros.

- Foi bom resultado, mas temos muito ainda que acertar. Estamos fazendo algumas mudanças técnicas de corrida, mas estamos no caminho certo - disse o treinador Felipe de Siqueira.

Piu, como é conhecido, venceu a etapa de Doha da Liga Diamante, no Qatar, no dia 13 de maio, com 47s24. Em sua estreia na temporada, correu os 400 m rasos em Walnut, na Califórnia, Estados Unidos, com 44s54, seu recorde pessoal nesta prova, no dia 16 de abril. Em seguida, disputou os 400 m com barreiras no Drake Relays, em Des Moines, também nos Estados Unidos, obtendo o tempo de 48s41.

Outro brasileiro na competição foi Thiago do Rosário André (CT Maranhão-MA), que foi contratado para puxar o ritmo na prova (o coelho) correndo parte dos 5.000 m, na tentativa de Joshua Cheptegei de bater o seu próprio recorde mundial, nesta sexta-feira (27/5). O atleta de Uganda não conseguiu, mas terminou a prova em 12m57s99, seguido por Milkesa Mengesha, da Etiópia, com 13m01s11, e Daniel Simiu Ebenyo, do Quênia, com 13m10s61. O seu recorde mundial é de 12m35s36.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários