Klopp e Ancelotti: final da Champions entre Liverpool e Real Madrid traz embate de treinadores vencedores
Lance!
Klopp e Ancelotti: final da Champions entre Liverpool e Real Madrid traz embate de treinadores vencedores


De um lado, um treinador vencedor. Do outro, também. Carlo Ancelotti e Jurgen Klopp estão certamente entre os melhores treinadores do futebol mundial e já tem suas histórias dentro da Champions League . Agora, o alemão e o italiano estarão frente a frente, pela primeira vez, em uma final da principal competição europeia.


KLOPP RUMO À TRIPLICE COROA

Comparado a Ancelotti, Jürgen Klopp é mais novo entre os grandes, mas já conseguiu sua consagração no Liverpool. Campeão europeu com os Reds em 2019, o alemão demorou a vencer grandes títulos com frequência e passou um bom tempo batendo na trave até os últimos quatro anos.

Klopp despontou para o cenário do futebol mundial no início da década de 2010, quando venceu dois títulos alemães de maneira seguida pelo Borussia Dortmund. Com o mesmo clube, o técnico esteve perto de feitos além de seu país, mas bateu na trave em sua primeira decisão de Champions em 2013, quando perdeu para o Bayern de Munique por 2 a 1, em Wembley.

+ Vinícius Júnior provoca o Liverpool antes de final da Champions League


Desde então, Klopp ficou por um tempo sem chegar em finais europeias até o ano de 2016, na Europa League, mas acabou batendo na trave de novo ao perder para o Sevilla por 3 a 1.

Dois anos depois, Klopp chega a mais uma final europeia, mas acaba perdendo para o mesmo Real Madrid, em uma partida que ficou marcada pela lesão de Salah e as falhas do goleiro Karius.

Porém, tudo mudou em 2019, quando o Liverpool de Klopp perdeu a Premier League por pouco, mas Klopp conseguiu levar os Reds ao título da Champions, após bater o Tottenham na final em Madrid. Klopp ainda venceu a Premier League em 2020, quebrando um jejum de 30 anos sem título de liga.

Tottenham x Liverpool

Henderson levantou a taça da Champions League (Foto: AFP)

Nesta temporada, o Liverpool já venceu as duas copas nacionais: A Copa da Liga e a FA Cup, completando a lista de todos os títulos possíveis na era Jürgen Klopp. Por pouco, os Reds não venceram a Premier League, na qual ficaram com o vice-campeonato, atrás do Manchester City, assim como em 2019.

O alemão, desde que chegou ao clube, construiu uma forte identificação e o Liverpool se tornou um time com a sua cara, seja no estilo “heavy metal” de jogo ou na sinergia com a torcida.

+ Saiba todos os campeões da história da Champions League

ANCELOTTI E SUA VOLTA POR CIMA
Poucos treinadores conhecem tanto o caminho para a glória continental como Carlo Ancelotti. O italiano já foi campeão da Champions pelo Milan e pelo próprio Real Madrid. Como jogador, também venceu a competição por duas vezes.

Em oito anos com o Milan, Ancelotti chegou a três finais de Champions. A primeira foi na temporada 2002-03, na final italiana contra a Juventus no Old Trafford. Após um 0 a 0, os Rossoneros venceram nos pênaltis.

A segunda final de Ancelotti foi justamente contra o Liverpool. Sim, os Reds já venceram uma vez o rival da decisão atual. E foi simplesmente naquela que para muitos, é a maior final da história do torneio. O Milan de Ancelotti chegou a abrir 3 a 0 no primeiro tempo, mas os ingleses buscaram o empate na etapa complementar e venceram nos pênaltis. A partida foi tão emblemática que foi apelidada como ‘Milagre de Istambul’.

+ Saiba quais são os 20 jogadores mais valiosos da final da Champions League

Mas o italiano teve a oportunidade de dar o troco e deu em 2007, vencendo o mesmo Liverpool, por 2 a 1 na final em Atenas, vencendo sua terceira final de Champions e sua última pelo Milan.

Ancelotti só voltaria a uma final de Champions em 2014, em sua primeira passagem pelo clube espanhol e em sua primeira temporada, além da Copa do Rei, venceu o título pelo qual, o torcedor madridista mais ansiava: a décima Champions League, em uma final inesquecível em Lisboa, contra o Atlético de Madrid. Os merengues perdiam por 1 a 0, até os 48 minutos da segunda etapa, quando Sergio Ramos empatou de cabeça. Depois na prorrogação, o Real marcou mais três e levou o título.

Real Madrid x Atlético de Madrid (Final 2013/2014)

Sergio Ramos marcou o gol salvador do Real Madrid (Foto: AFP)

Desde então, Ancelotti não chegou mais em finais de Champions. O treinador teve uma passagem de duas temporadas pelo Bayern, onde venceu dois títulos alemães e chegou a uma semifinal de Champions e depois foi para o Napoli, onde passou uma temporada e meia, e pelo Everton.

Ancelotti voltou ao Real Madrid em 2020, para mover terra arrasada após duas temporadas abaixo das expectativas da equipe merengue e também para se reerguer na carreira. E com o seu estilo sereno e capacidade de gerir grandes elencos, que se adaptam aos rivais e circunstâncias, Ancelotti levou o Real Madrid a dois títulos nesta temporada: A Supercopa da Espanha e La Liga, além de estar em mais uma final de Champions.

Em sua quinta decisão, Ancelotti já é o técnico com mais finais de Champions e pode se isolar como o recordista de títulos caso vença mais esta edição.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários