Bruno Oliveira fala de oportunidade 'na fogueira' e projeta sequência no Santos
LANCE!/DIARIO DO PEIXE
Bruno Oliveira fala de oportunidade 'na fogueira' e projeta sequência no Santos


O meia Bruno Oliveira ganhou oportunidade no empate do Santos em 1 a 1 contra o Banfield, na Vila Belmiro pela última rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana. O camisa 40 comentou sobre a chance "na fogueira", uma vez que o Peixe poderia perder a classificação para as oitavas de final.

- Eu sabia que precisava estar preparado pois cedo ou tarde a oportunidade iria surgir. Não importa o jogo, quanto tempo em campo nem nada do tipo, eu precisava entrar e dar o meu melhor quando chegasse o momento. Foi o que eu tentei fazer contra o Banfield e espero ter agradado -afirma o meia.

Bruno Oliveira avaliou sua partida, com direito a bola na trave, e ainda explicou a orientação no Bustos na sua substituição no lugar do lateral Lucas Pires.

- Acho que consegui entrar bem, mostrar como posso ajudar e também algumas das minhas principais características, como a finalização. Claro que gostaria de ter conquistado a vitória, mas o objetivo principal foi alcançado. Infelizmente no meu chute a bola bateu na trave, mas se Deus quiser em breve vou poder comemorar meu primeiro gol com a camisa do Santos - ressaltou.

- Eu venho mostrado muita versatilidade durante os treinamentos, posso jogar aberto ou centralizado e também mais próximo dos atacantes. Ele me colocou no lugar do Lucas Pires acredito que mais pelas circunstâncias do jogo, tínhamos dois homens a mais e eles estavam muito fechados - explicou Bruno.

O jogador analisou de que forma pode contribuir com o elenco do Santos e contou sobre sua relação com o técnico Fabián Bustos e a comissão.

- Eu sou um jogador de boa finalização, boa bola parada. Gosto também de atuar na criação, tentando clarear o campo para os atacantes finalizarem. Eu estou aqui para ajudar onde o Santos precisar, estou à disposição da comissão técnica para exercer a função que eles julgarem melhor para a equipe - disse.

- A relação com o professor Bustos e com a comissão técnica é muito boa. Venho tentado ao máximo desde a chegada dele me adaptar ao estilo de jogo, ao nível de intensidade que ele exige da gente e tenho aos poucos conquistado meu espaço. Espero poder ajudar e se ele entender que precisa de mim, eu me sinto preparado - contou Bruno Oliveira.

O meia projetou a sequência do Santos com oitavas de final tanto na Sul-Americana quanto na Copa do Brasil e com maratona pelo Campeonato Brasileiro.

- O Santos vem da última temporada brigando na parte de baixo da tabela e sabemos que isso não pode acontecer, que o lugar do clube é no topo. Nosso elenco foi fortalecido e estamos mais encorpados para lutar em mais de uma frente, não à toa conseguimos a vaga na Sul-Americana atuando em algumas partidas com equipe teoricamente mista. A gente trabalha jogo a jogo, dando nosso melhor a cada partida, para lá na frente chegarmos em condições de brigar por conquistas - afirmou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários