Bernie Ecclestone é preso em aeroporto de São Paulo por porte ilegal de arma
Lance!
Bernie Ecclestone é preso em aeroporto de São Paulo por porte ilegal de arma


Bernie Ecclestone, ex-chefe comercial da Fórmula 1 , foi preso na noite desta quarta-feira (26) no Aeroporto de Viracopos, em Campinas, São Paulo, por porte ilegal de arma. O empresário estava embarcando para a Suíça em voo particular quando o aparelho de raio-x detectou uma pistola calibre 32, da marca LWSeecamp, sem a documentação regular necessária, dentro de sua mala. A informação publicada inicialmente pelo 'ge' foi confirmada pelo LANCE! em contato com o Delegacia de Polícia Civil de Viracopos.

> Saiba todos os campeões da história da Champions League

Após pagamento de fiança, o inglês de 91 anos foi liberado para continuar sua viagem. O britânico recebeu voz de prisão e foi conduzido até a 4ª Delegacia de Apoio ao Turista (Deatur) da Polícia Civil no aeroporto.

Ecclestone confessou ser proprietário da arma de forma irregular, no entanto, alegou não ter conhecimento que ela estava em sua bagagem pessoal. Em seguida, a polícia determinou a prisão do ex-CEO, que só foi liberado após pagamento de fiança no valor de R$ 6 mil.

+ Narrador da Fórmula 1 exclui conta em rede social após atacar torcedores do Flamengo

No Brasil desde o inicio de maio, Ecclestone marcou presença em diversos eventos do automobilismo brasileiro no mês acompanhando a esposa Fabiana, vice-presidente para a América do Sul da Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

+ F1: Ganime revela bastidores do GP que a Michelin impediu a largada de maior parte do grid

Fora das pistas, Bernie é dono de uma fazenda em Amparo, no interior de São Paulo, onde cultiva o café da marca Celebrity Coffee, que pertence a sua esposa brasileira.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários