Postura de Vítor Pereira com Róger Guedes faz parte do pacote que agradou o Corinthians
Fábio Lázaro
Postura de Vítor Pereira com Róger Guedes faz parte do pacote que agradou o Corinthians


A clareza do técnico Vítor Pereira ao falar do atacante Róger Guedes , após o empate em 1 a 1 no clássico contra o São Paulo, no último domingo (22) , é uma das características que agradaram a cúpula corintiana durante as tratativas para a contratação do treinador, há três meses.

> GALERIA - Veja todos os técnicos estrangeiros do Corinthians
​> TABELA - Confira e simule os jogos do Timão no Brasileirão

Sem utilizar o jogador nas duas últimas partidas, o treinador respondeu, em entrevista coletiva, que não sente confiança no atleta no momento.

- Tomara eu que ele me transmitisse a confiança para contar com ele para alterar um jogo ou começar uma partida. Mas eu não estou sentindo esta confiança. Isto não quer dizer que ele não queira, não estou dizendo isso. Mas nem em termos de treino, nem em termos de jogo, as indicações são essas. Não posso tomar decisões com base no nome do Róger Guedes ou do que ele já fez, mas do que ele está fazendo agora – disse Vítor Pereira na ocasião.

Independentemente da situação com o atacante, é a postura franca do treinador português que agrada os responsáveis pelo futebol corintiano.

De acordo com a reportagem do L!, desde a primeira conversa com Vítor, o presidente do Timão, Duílio Monteiro Alves, ficou satisfeito com o modo aberto e sincero que o profissional se dirigia a ele. E foi por isso que, mesmo após uma negativa inicial, o clube alvinegro voltou à carga por Pereira dias depois, o convencendo a treinar a equipe.

Em relação às declarações de VP sobre Róger Guedes, o LANCE! apurou que a situação é considerada controlada pelo futebol do Corinthians. O entendimento geral é que o jogador quer ter mais tempo em campo, enquanto o treinador quer ver mais do atleta no dia a dia. De todo modo, é de consenso que a decisão final é do técnico e ninguém interferirá nisso.

O comando do vestiário foi algo de consenso entre Vítor Pereira e a diretoria corintiana desde o início. O clube estava atrás de um profissional de gabarito para tomar as rédeas do grupo, enquanto o próprio técnico tem isso como valor inegociável.

Na última segunda-feira (23), dia seguinte à resposta de Vítor sobre Róger Guedes, o jogador repostou uma publicação da página oficial da plataforma ‘SofaScore’, que divulgava alguns números do camisa 9, que é artilheiro corintiano na temporada, além de liderar outras estatísticas, como participações em gols, chutes realizados e certos, e chances claras convertidas.

A atitude foi vista por muitos como uma resposta de Guedes ao treinador, mas até aí o ocorrido é tratado de maneira muito cautelosa internamente pelo Corinthians.

O máximo que existe no momento, para a cúpula corintiana, é uma ‘guerra fria’, vista como natural no mundo do futebol quando um plantel tem peças com personalidades fortes entrando em conflito. Ainda assim, há confiança que essa situação não afetará o clube em campo, principalmente por conta do rodízio que Vítor Pereira vem desenvolvendo no Timão, o que acabará rapidamente gerando chances para Róger Guedes.

Em relação ao atacante, também existe expectativa dentro da equipe que ele volte a ter sequência e represente em campo, já que se trata de um dos mais altos salários do elenco atual, além de um dos principais reforços anunciados pelo Corinthians nas últimas temporadas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários