Sem vencer no Brasileiro, Fortaleza vê pressão aumentar por resposta na Libertadores
Futebol Latino
Sem vencer no Brasileiro, Fortaleza vê pressão aumentar por resposta na Libertadores


Usando uma equipe que pode ser considerada mista, o Fortaleza não conseguiu acabar com o jejum de vitórias no Campeonato Brasileiro, perdendo por 1 a 0 para o Fluminense. E, se em outros momentos da passagem de Juan Pablo Vojvoda tal contexto poderia ser relevado, na atual conjuntura o clima de pressão é crescente.

>Confira um resumo do mercado de transferências do fim de semana

Isso porque, além da equipe ainda não ter vencido após seis rodadas do Brasileirão, a equipe entra em uma semana decisiva para as suas pretensões dentro da Libertadores, jogando por um empate frente ao Colo-Colo, na quarta-feira (25), em Santiago, para ir as oitavas de final.

É bem verdade que, pensando na projeção continental e manutenção de calendário em competições da Conmebol, uma derrota não seria capaz de tirar a equipe da próxima fase da Sul-Americana.

Contudo, chegando a rodada derradeira com vantagem nos critérios de desempate, o "prêmio de consolação" pode não ser suficiente diante da sequência de resultados negativos no momento de resultados menos satisfatórios de Vojvoda no Leão do Pici.

Dentro dos jogadores considerados como titulares, a ausência na lista de relacionados fica por conta de Marcelo Benevenuto, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Além disso, Tinga e Titi viajaram com o restante da delegação para o Chile, mas problemas físicos no pé esquerdo e na cabeça, respectivamente, podem tirá-los de combate.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários