Torcedor perde voo, consegue chegar para acompanhar o Corinthians na Bombonera, e ajuda amigos com ingressos
Fabio Lazaro e Rafael Marson
Torcedor perde voo, consegue chegar para acompanhar o Corinthians na Bombonera, e ajuda amigos com ingressos


Se não for sofrido, não é Corinthians . O lema que os torcedores corintianos levam para as arquibancadas também pode ser tratado com a própria Fiel. É o caso de Cleidson Furtado, analista de seguros que viajou pela primeira vez para fora do Brasil para acompanhar o empate do Timão contra o Boca Juniors na Libertadores , mas quase não embarcou.

> GALERIA - Relembre a sequência invicta do Corinthians contra o São Paulo na Neo Química Arena

No entanto, o que poderia ser a maior frustração da vida, se tornou uma experiência maior do que se esperava, com direito a ajudar até mesmos outros torcedores corintianos.

Desde o início do ano, Cleidson e outros torcedores que ele conhece falavam que, com a classificação corintiana para a Libertadores, realizariam o sonho de ver o Timão jogar em outro país. Quando o sorteio colocou o clube alvinegro frente a frente com o Boca Juniors, ficou definido que a viagem seria para a Argentina.

- Eu já fui no Maracanã, de carro. Saímos no sábado e voltamos no domingo. Tem um grupo com cinco, seis corintianos, e a gente falava: "Esse ano temos que ir ver um jogo fora do Brasil". Saiu as datas e a gente logo comprou as passagens - contou o analista de seguros.

O que Cleidson não contava era com um atraso no dia do voo, no último sábado (14). O torcedor, que viajou com Thaina Cardoso dos Santos, amiga que trabalha como analista de marketing, chegou ao Aeroporto Internacional de Guarulhos cinco minutos antes de encerrar o embarque, mas não encontrou funcionários no balcão e perdeu o voo.

> TABELA - Confira e simule os jogos do Timão no Brasileirão

Thaina Cardoso dos Santos, amiga de Cleidson, torcedor do Corinthians

Thaina, amiga de Cleidson, na Bombonera (Foto: Arquivo pessoal)

Cleidson se viu forçado a comprar outra passagem para conseguir chegar em Buenos Aires e acompanhar a partida, pois já havia conseguido os ingressos e não desistiria tão facilmente do seu sonho.

- A gente comprou outro voo, só de ida, pela Ethiopian Airlines. Pagamos R$ 1,5 mil cada um. No voo que perdemos a gente tinha pagado R$ 1,3 mil ida e volta. Pagamos mais R$ 700 para despachar mala. Embarcamos às 4h30 e chegamos em Buenos Aires às 19h. Quando chegamos, demos uma volta em um barzinho e fomos dormir. Acordamos cedo para comprar um adaptador. Depois, fui até o final do Puerto Madero e fiz uma corrida - relatou.

Cleidson contou que, devida a sua alta pontuação no programa de sócio-torcedores do clube alvinegro, não teve problemas para comprar ingressos para ele e Thaina. O analista de seguros também ajudou alguns amigos com as entradas.

- Saiu as datas e a gente logo comprou as passagens, mas não tinham saído os ingressos. Falei para a Thaina ficar tranquila porque ia conseguir através do Fiel torcedor, tinha 61 pontos. A gente estava encanado com o ingresso. Falamos com um cara da Gaviões, deixaram na fila, mas estava uma fila enorme. Quando liberaram mais público, liberaram no Fiel torcedor. Tudo apontava para eu ir. Consegui para mim e para ela, e vendi outros para três amigos - disse.

Amigo de Cleidsom ,torcedor do Corinthians, na Bombonera

Amigo de Cleidson na Bombonera (Foto: Arquivo pessoal)

Um dos ingressos que Cleidson vendeu foi para um conhecido de um dos amigos do seu grupo de corintianos. Quando contou que possuía um ingresso extra, o amigo em questão entro em êxtase.

- Chamei o amigo do Gustavo perguntando se ele tinha ingresso. Ele disse que não, estava tentando devolver as passagens. Aí eu falei que agora ele tinha ingresso. Ele disse que eu salvei ele, me agradeceu, postou foto, e acabei encontrando ele no estádio. Fui no Caminito, encontrei um amigo da Camisa 12. Se não encontrasse ele, não teria dinheiro para almoçar - concluiu o analista de seguros.

Com o sonho realizado, Cleidson, Thaina e seus amigos assistiram o Timão abrir o placar na Bombonera com Du Queiroz, mas no final do primeiro tempo, Benedetto empatou a partida.

O Corinthians treinou na manhã desta quarta-feira (18) no CT do Vélez Sarsfield . A delegação corintiana retorno ao Brasil no final da tarde, e até o Majestoso de domingo (22), contra o São Paulo na Neo Química Arena, treinará no CT Joaquim Grava no período da tarde.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários