Hulk é absolvido por unanimidade em Julgamento no STJD
Guilherme Novais - Valinor Conteúdo
Hulk é absolvido por unanimidade em Julgamento no STJD


O atacante Hulk, do Atlético-MG, foi absolvido por unanimidade (5 votos) em um julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nesta quarta-feira (18). O atacante foi denunciado após lance no jogo contra o Coritiba pelo Campeonato Brasileiro.

No lance em questão, Hulk perdeu a disputa de bola com o volante William Freitas, do Coritiba, e acabou chutando o adversário na jogada, recebendo assim um cartão amarelo. A denúncia foi enquadrada no artigo 254-A do STJD, que fala sobre "desferir chutes ou pontapés".

No julgamento, o atacante foi absolvido por unanimidade. Em uma sessão longa, relatores e procuradores deram seus argumentos e falaram sobre o papel do STJD de passar por cima das decisões do árbitro em campo. Caso fosse condenado, Hulk poderia pegar de 4 a 12 jogos de suspensão.

O atacante atleticano também deu o seu depoimento no julgamento. Hulk disse que nunca deixará de disputar uma bola, mas sempre com lealdade. "Não tive intenção nenhuma de agredir. Quando a minha caneleira atingiu ele, ele caiu depois, não foi imediato", contou o jogador.

Hulk participou virtualmente da sessão junto de seu advogado, Theotônio Chermont. Foi argumentado sobre a ficha limpa do jogador, que nunca agrediu um companheiro em um jogo.

A denúncia havia gerado polêmica anteriormente. O Atlético-MG repudiou a atitude do STJD, chamando-a de "inaceitável".

- O Atlético não aceitará calado iniciativas esdrúxulas como essas e fará o que for possível para revertê-las, bem como impedir que motivações pessoais voltem a macular as competições nacionais - disse o clube mineiro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários