Atlético-GO vence o Antofagasta pela Copa Sul-Americana e se isola na liderança do Grupo F
Futebol Latino
Atlético-GO vence o Antofagasta pela Copa Sul-Americana e se isola na liderança do Grupo F


Pela 5ª rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana, em jogo realizado no estádio Antônio Accioly, em Goiânia, o Atlético-GO venceu o Antofagasta em casa pelo placar mínimo de 1 a 0, gol de Jorginho. Com o resultado, o Dragão foi para 12 pontos e se mantém na liderança do grupo F. O Antofagasta é o lanterna com 3 pontos e está eliminado.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Pela última roda da fase de grupos da Sul-Americana, o Atlético-GO visita a LDU, no estádio Casa Blanca, em Quito, no Equador. Já o Antofagasta pega o Defensa y Justicia, no estádio Norberto "Tito" Tomaghello, Florencio Varela, na Argentina. Ambas as partidas serão disputadas no dia 24 de maio.

PRIMEIRO TEMPO
QUASE O ANTOFAGASTA ABRE O PLACAR

Com 7 minutos de partida, o Atlético-Go quase tomou o primeiro gol após falha bisonha. Edson recebe passe dentro, domina, mas fura na hora de dar o chutão. Manuel López aproveitou e bateu forte à queima-roupa. Ronaldo mostrou estar ligado no lance e fez grande defesa.

ATLÉTICO-GO INAUGURA O MARCADOR
Após o susto, o Atlético-GO partiu para cima do Antofagasta e logo achou o primeiro gol. Hayner faz grande jogada pelo lado direito e cruza. Jorginho dominou no peito e bateu com muita qualidade para fazer: 1 a 0 para o Dragão.

ATLÉTICO-GO DOMINA A PARTIDA E PERDE CHANCES INCRÍVEIS
Após o gol, o Atlético-GO foi simplesmente o senhor da partida e enfileirou várias oportunidades para ampliar o placar. As chances mais claras do Dragão marcar o segundo gol foram de Léo Pereira e Churín, mas nenhum dos dois aproveitou as oportunidades criadas e desperdiçaram chances incríveis.

SEGUNDO TEMPO
QUASE O ATLÉTICO-GO FAZ O SEGUNDO

Na volta do intervalo, o Atlético-GO poderia ter marcado o segundo gol logo no começo da etapa complementar. Aos 3 minutos, Hayner, o homem do passe do primeiro gol, soltou uma bomba de canhota. A bola passou tirando tinta da trave do goleiro Ignacio González.

BOA DEFESA DE RONALDO
Aos 10 minutos da segunda etapa, o Antofagasta, que praticamente não tinha atacado no primeiro tempo, chegou com perigo. Tello recebeu lançamento e chutou cruzado, Ronaldo estava bem colocado e conseguiu fazer boa defesa.

OUTRA CHANCE DESPERDIÇADA PELO DRAGÃO
O Dragão não se intimidou com a chance criada pelo Antofagasta e quase marcou 4 minutos depois. Jorginho puxou contra-ataque e deu para Churín, que não finalizou e ainda errou o passe na hora da tentativa da assistência.

MAIS DUAS CHANCES PERDIDAS PELO ATLÉTICO-GO
O Antofagasta não criava oportunidades e ainda truncava muito o jogo, o que prejudicava as tentativas do Atlético-GO de criar boas oportunidades. Mesmo assim, o Dragão, aos 24 e 35 minutos, poderia ter ampliado com Baralhas e Rickson, respectivamente, mas ambos finalizaram para fora.

ATLÉTICO-GO GARANTE OS TRÊS PONTOS
No fim da partida, o Atlético-GO ainda teve uma outra chance com Montenegro, mas ele também desperdiçou a oportunidade chutando por cima do gol. Na parte final do jogo, o Dragão administrou o resultado e garantiu os três pontos, que garante o time goiano na liderança isolada do Grupo F.

ATLÉTICO-GO 1 X 0 ANTOFAGASTA – COPA LIBERTADORES DA AMÉRICA 2022
Local : Antônio Accioly, em Goiânia (GO)
Data/horário : 17 de maio de 2022, às 21h30 (de Brasília)
Árbitro : Gery Vargas (BOL)
Assistentes : Ariel Guizada (BOL) e Carlos Tapia (BOL)
Cartões amarelos : Arthur Henrique, Airton, Léo Pereira (ACG); Hurtado, Tello (ANT)
Cartões vermelhos : -
GOL : Jorginho, 11’/1ºT (ACG) (1-0)

ATLÉTICO-GO (Técnico: Anderson Gomes)
Ronaldo; Hayner, Wanderson, Edson e Arthur Henrique; Baralhas, Edson Fernando (Rickson, aos 34’/2ºT) e Jorginho (Leandro Barcia, aos 43’/2ºT); Airton (Wellington Rato, aos 19’/2ºT), Churín (Montenegro, aos 19’/2ºT) e Léo Pereira (Jean, aos 34’/2ºT).

ANTOFAGASTA (Técnico: Juan Tolisano)
Ignacio González; Paulo Magalhães, Vega, Cristián Rojas (Robles, no intervalo) e Camilo Rodríguez; Orellana, Bravo (Ledezma, aos 33’/2ºT), Collao (Gabriel Torres, aos 42’/2ºT) e Jason Flores (Uribe, aos 37’/2ºT); Hurtado (Tello, no intervalo) e Manuel López.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários