Rogério Ceni se livra de punição que poderia tirá-lo de 16 jogos
Divulgação / São Paulo
Rogério Ceni se livra de punição que poderia tirá-lo de 16 jogos


O São Paulo entrou em acordo com o Superior Tribunal de Justiça Desportiva nesta sexta-feira (13) para livrar o técnico Rogério Ceni de um possível gancho de até 16 jogos de suspensão em razão da expulsão contra o Red Bull Bragantino, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja abaixo galeria de fotos de Rogério Ceni:


O treinador foi denunciado em dois artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva e, com isso, o Tricolor pagará uma multa para que o comandante não seja julgado.

No final do confronto, Rogério Ceni acabou expulso de campo após confusão com o quarto árbitro Salim Fende Chávez, que pediu ao árbitro do duelo, Bruno Arleu de Araújo, que ele fosse advertido.

O treinador disse que saiu da área técnica para gritar com o médico do clube, mas que o quarto árbitro o provocou já querendo "um enfrentamento para dar o cartão".

Na súmula, o árbitro relatou que Ceni deixou a área técnica e ainda gerou tumulto.

Para o STJD, Ceni infringiu as condutas do Art. 257 (participar de rixa, conflito ou tumulto, durante a partida, prova ou equivalente) e o do Art. 158 (assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código).

O comandante são-paulino cumpriu a suspensão pela expulsão no jogo seguinte, quando o Tricolor venceu o Santos por 2 a 1, no Morumbi. Na ocasião, o auxiliar Charles Hembert foi quem assumiu o comando da equipe.

Rogério Ceni estará à beira do gramado normalmente diante do Cuiabá, no domingo, no Estádio do Morumbi, às 16h, pela sexta rodada do Brasileirão.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários