Romildo Bolzan recebeu convite para se candidatar ao governo do RS, mas negou
Futebol Latino
Romildo Bolzan recebeu convite para se candidatar ao governo do RS, mas negou


Após especulações que circulam desde o ano de 2020 onde o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, deixaria o comando do Imortal para se candidatar ao governo do estado do Rio Grande do Sul, o próprio dirigente fez questão de esclarecer a situação.

>Lista dos dez clubes do Brasil com mais receitas em 2021

Em entrevista coletiva dada nesta quinta-feira (12), Romildo admite que foi convidado por integrantes do Partido Democrático Trabalhista (PDT) para ser a figura da legenda nas eleições estaduais previstas para acontecer em outubro.

Porém, fazendo questão de ressaltar que o seu compromisso em se manter à frente do clube gaúcho até o fim de seu mandato, algo que ocorre no fim de 2022, acabou pesando na decisão de recusar o convite.

O mandatário do Grêmio também pontuou que fez uma avaliação onde reconheceu que já poderia ter prestado o devido esclarecimento em outra oportunidade, algo que evitaria a continuidade da especulação nos bastidores:

- De fato recebi o convite do meu partido, de uma maneira unânime, uníssona, numa só voz, fez o convite para concorrer ao governo do Estado. Como cidadão e militante, me sinto orgulhoso do convite. É um reconhecimento de tudo que possa expressar de representatividade na sociedade. Sou muito grato ao PDT pelo convite. Neste momento, disse que não poderia aceitar, que vou cumprir o mandato no Grêmio.

- Podem perguntar de uma maneira ou outra, por que demorou tanto? Recebi o convite, fizemos uma situação de avaliação e aqui faço uma mea-culpa sincera. Acho que a avaliação de ter demorado na resposta, esse erro cometi. Deveria ter encerrado o assunto antes, mas às vezes a gente se equivoca. Deixei ambientes tomarem proporções que não deveriam. Estou estancando o assunto. Digo aqui é definitivo. Não tem outra possibilidade. O assunto é pauta encerrada - acrescentou.

Romildo é mandatário do clube desde 2014 (Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários