Com R$ 3 milhões em jogo, Cruzeiro pode fazer melhor campanha na Copa do Brasil desde 2019
Guilherme Novais - Valinor Conteúdo
Com R$ 3 milhões em jogo, Cruzeiro pode fazer melhor campanha na Copa do Brasil desde 2019


Com seis títulos da Copa do Brasil, o Cruzeiro é o maior vencedor da história do torneio. Entretanto, desde o rebaixamento em 2019 e a crise subsequente, o time mineiro não tem conseguido desempenhar bem no campeonato.

Porém, esse panorama pode mudar após o confronto contra o Remo, marcado esta quinta-feira (12) às 19h30. Caso o Cruzeiro vença por dois gols ou mais, conseguirá se classificar de forma direta para as oitavas de final da Copa do Brasil, sendo o melhor resultado do time desde 2019, e garantindo R$ 3 milhões aos cofres do clube.

O resultado seria de grande importância para o clube mineiro, que tem o melhor começo de temporada desde o rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro. Com a aquisição da SAF por parte de Ronaldo Fenômeno e a chegada do técnico Paulo Pezzolano, o Cruzeiro tem dado as melhores esperanças para o seu torcedor desde a crise de 2019.

Entretanto, para conseguir o resultado, o Cruzeiro terá que quebrar um tabu histórico contra o Remo. O time celeste não consegue vencer a equipe de Belém desde 1979, dentro ou fora de casa.

No jogo da volta da terceira fase da Copa do Brasil, o Cruzeiro não poderá contar com Neto Moura, que já jogou a Copa do Brasil pelo Mirassol-SP. O Remo terá seis desfalques para a partida, entre eles dois titulares (Ricardo Luz e Rodrigo Pimpão).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários