Sem Ganso, Fluminense pensa em alternativas para não comprometer a criação contra o Vila Nova
Lance!
Sem Ganso, Fluminense pensa em alternativas para não comprometer a criação contra o Vila Nova


O Tricolor tem mais uma luta por classificação nesta quarta-feira, mas terá que superar um obstáculo de última hora. O Fluminense enfrenta o Vila Nova , às 21h30, no Serra Dourada, pela terceira fase da Copa do Brasil. Ganso , que conquistou a titularidade em 2022 pela boa fase, não estará presente no duelo porque sofreu uma lesão no empate com o Palmeiras, pelo Brasileirão. Assim, Diniz precisará encontrar em outros jogadores características parecidas com as do camisa 10 para não comprometer a dinâmica do setor ofensivo. Veja algumas opções.

NATHAN
O nome mais provável para assumir o lugar de Ganso é Nathan . O camisa 13 chegou nesta temporada, e até a chegada de Diniz teve poucas chances de atuar. Nos poucos momentos em que entrou em campo, sob o comando de Abel Braga, o jogador deixou a desejar.

Contudo, o novo técnico escalou Nathan com o camisa 10, e a oportunidade foi correspondida. Mesmo após a saída de Ganso, na última partida, ele cumpriu a função de criar oportunidades para os atacantes arriscarem finalizações. No duelo, teve 87% de acerto nos passes, acertou um cruzamento, duas bolas longas, e ainda ofereceu perigo na área adversária. Os dados são do "SofaScore".

JHON ARIAS
​Outra opção é Jhon Arias . Meia de origem, o jogador chegou no Fluminense na última temporada, e foi utilizado na posição em alguns jogos da reta final do Brasileirão. Porém, foi na ponta esquerda que o colombiano desencantou. Em 2022, o camisa 21 começou bem no Carioca e também fez a diferença nas partidas da Libertadores e Sul-Americana. O jogador marcou seis gols e três assistências até agora.

Na partida de ida contra o Vila Nova, Arias entrou novamente como meia-atacante. Apesar da atuação segura, não se destacou e deixou a sensação de que o setor ofensivo é seu lugar ideal no gramado. Porém, a familiaridade do jogador com a posição é maior se comparada a de outros atletas do elenco. No jogo contra o Unión Santa Fe-ARG, sofreu com dores no tornozelo e foi poupado nas últimas rodadas, mas voltou a ser relacionado e está à disposição.

NONATO
​Embora seja volante, Nonato é mais um que pode ser aproveitado na função. O jogador vive boa fase na temporada e até agora fez três gols e deu três assistências, números consistentes para quem atua mais atrás no campo. Ele também já atuou como meia, e no início do ano foi destaque no banco de reservas. Ainda assim, a escolha poderia limitar as substituições de Fernando Diniz para a função que exerce no Flu.

MARTINELLI
​Ao contrário dos demais, Martinelli faz uma temporada abaixo do desempenho que apresentou no ano passado. Sem o esquema de três volantes, o jogador perdeu espaço na equipe principal. Ainda assim, participou de 21 jogos e marcou um gol na conquista da Taça Guanabara sobre o Resende.

Veja a classificação da Série A do Brasileirão

YAGO FELIPE
​Assim como Martinelli, Yago Felipe é primeiro volante, e já atuou na posição. Apesar de transmitir confiança no meio-campo, o perfil do jogador mostra que ele se destaca mais se dedicado às interceptações e desarmes do que auxiliar na transição ofensiva. Contudo, o camisa 20 foi o que mais deu assistências nesta temporada: três no Carioca, uma na Libertadores e uma na Sul-Americana. Desta forma, pode vir a ter uma atuação positiva no lugar de Ganso.

A decisão contra o Vila Nova ainda está em aberto, uma vez que o placar no Maracanã terminou em 3 a 2 para o Tricolor. Assim, a reposição de Ganso se torna ainda mais complicada, e exige uma resposta imediata. De qualquer forma, Diniz terá a missão de reorganizar o time sem uma peça central para as transições, mas conta com a sua capacidade de recuperar atletas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários