Ídolo do Corinthians desiste de recuperar objetos tomados pela justiça
Lance!
Ídolo do Corinthians desiste de recuperar objetos tomados pela justiça


Ronaldo Giovanelli vem passando por um momento conturbado com a justiça e afirmou recentemente que não pretende recuperar objetos que foram abandonados no seu antigo imóvel. O poder público tomou o local no mês passado e os itens que ficaram não são de interesse do ex-goleiro. A informação é do Diego Garcia, colunista do UOL.

+ Dez opiniões fortes do Craque Neto

O ídolo do Corinthians havia pedido para retirar os objetos faltantes, mas três dias depois, resolveu voltar atrás na decisão. De acordo com o oficial de justiça, barzinho de madeira, vasos de plantas, espelho e fogão foram alguns dos objetos deixados por Ronaldo.

O ex-goleiro precisa quitar uma dívida de R$169 mil de condomínios atrasados. Durante o processo, o ídolo do Corinthians chegou a trocar de advogado para discutir os débitos. A irmã de Ronaldo era sua representante, mas as petições abertas acabaram criando uma repercussão negativa para a parente do ex-goleiro.

A gerência alega que Ronaldo deixou de pagar dez anos de condomínios. O apartamento foi comprado pelo ex-goleiro em 1991. Apesar dos argumentos do ídolo do Corinthians, o condomínio mostrou provas de que Ronaldo vem tendo uma "vida luxuosa" nos últimos anos.

+ Denilson discorda do VAR no clássico: 'Gol do Gabigol deveria ser validado'

Ronaldo discorda dos valores do imóvel que foram obtidos através do leilão, pois acredita que o apartamento vale R$1,5 milhão, e não R$950 mil. O ex-goleiro espera resolver imbróglio com a justiça e sair dessa situação o mais rápido possível.

Ronaldo Giovanelli atualmente é comentarista da TV Bandeirantes e é considerado um dos maiores goleiros da história do Corinthians. Pelo Timão, conquistou títulos como o Campeonato Brasileiro (1990) e Copa do Brasil (1995).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários