América-MG joga bem, vence o CSA e avança na Copa do Brasil
Filipe Sodré - Valinor Conteúdo
América-MG joga bem, vence o CSA e avança na Copa do Brasil


Nesta terça-feira (10), jogando na Arena Independência, em Belo Horizonte, o América-MG venceu o CSA, pelo placar de 2 a 0, com gols marcados por Índio Ramírez e Rodriguinho. Com o resultado, o time americano se classificou às oitavas de final da Copa do Brasil, já que também havia ganhado o primeiro jogo, em Maceió, por 3 a 0.

PRIMEIRO TEMPO:

Jogando em casa, o América já começou o jogo sendo superior e construiu o primeiro gol logo com três minutos, em belo chute de Índio Ramírez, que desviou na defesa adversária e "matou" o goleiro Marcelo Carné.

A partir daí, o CSA, para se classificar precisava de cinco gols. O time mineiro, mais tranquilo na partida, por sua vez, seguia controlando a posse de bola, sem ceder muitos espaços. Na fase ofensiva, Gustavinho, na ponta direita, era o jogador mais insinuante.

Em suma, na primeira etapa, o Coelho não se esforçou muito para aumentar a vantagem, mesmo estando com alguns jogadores preservados, o caso do volante Juninho, por exemplo. Já o Azulão de Alagoas, que já tinha uma missão difícil, após o fim da primeira etapa, se viu uma uma situação praticamente irreversível.

SEGUNDO TEMPO:

Sem alterações no intervalo, o América voltou para a segunda etapa com a mesma postura do fim do primeiro tempo: valorização da posse de bola, sem se desgastar muito. O CSA, precisava do resultado, no entanto, esbarrava em erros de gestos técnicos.

Aos poucos, já com o resultado da eliminatória definido, o América-MG foi ficando cada vez mais tranquilo. Nesse contexto, Vagner Mancini promoveu as entradas de Rodriguinho, Arthur e Kawê, jogadores formados nas categorias de base americana.

Deu resultado. Já na reta final da partida, Rodriguinho, que havia entrado na vaga de Juninho Valoura, marcou seu primeiro gol como profissional do América. O resultado decretou a classificação alviverde às oitavas de final da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

AMÉRICA-MG 2 X 0 CSA
Data: 10 de maio de 2022
Horário: 19h (de Brasília)
Local: Independência, Belo Horizonte (MG)
Público (renda): 1.898 pessoas (R$ 21.065,00)
Árbitro: Rafael Traci (SC)
Assistentes: Henrique Neu Ribeiro e Johnny Barros de Oliveira (ambos de SC)
Cartões amarelos: Douglas Nascimento (CSA), Bruno Menzenga (CSA), Rodriguinho (AFC), Marcel Scalese (CSA), Igor (CSA),
Gols: Índio Ramírez (AFC - 1ºT/03') e Rodriguinho (2ºT/39')

AMÉRICA-MG: Jailson; Raúl Cáceres, Iago Maidana, Germán Conti e Marlon; Lucas Kal, Juninho Valoura (Rodriguinho - 2ºT/21') e Índio Ramírez (Arthur - 2ºT/21'); Felipe Azevedo (Pedrinho - 2ºT/13'), Gustavinho (Kawê - 2ºT/31') e Henrique Almeida (Aloísio - 2ºT/13'). Técnico: Vagner Mancini

CSA: Marcelo Carné; Lucas Marques, Werley, Douglas Nascimento (Igor - 2ºT/25') e Ernandes (Marcel Scalese - 2ºT/20'); Giva Santos (Yann Rolim-intervalo), Gabriel e Felipe Augusto (Diego Renan - 2ºT/20'); Osvaldo (Luiz Henrique-intervalo), Dalberto e Bruno Menzenga. Técnico : Mozart Santos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários