Em clássico truncado, Guarani e Ponte Preta ficam no empate
Futebol Latino
Em clássico truncado, Guarani e Ponte Preta ficam no empate


A Série B segue a todo vapor. Neste domingo (8), o Guarani empatou, em 0 a 0, com a Ponte Preta. Os times se enfrentam no Brinco de Ouro, pela 6ª rodada da competição nacional. Com o resultado, o Bugre foge da zona de rebaixamento, enquanto a Macaca fica em 10º lugar.

Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

PRESSÃO BUGRINA!

Jogando em casa, o Guarani começou mais intenso e dominou os primeiros 15 minutos de partida. Aos 6, inclusive, Leandro Vilela escorou para o gol, mas a arbitragem marcou impedimento. No entanto, depois disso, a Ponte Preta conseguiu equilibrar, deixando o duelo mais truncado. Dessa forma, poucas chances foram criadas. A Macaca sentiu muitas dificuldades em conseguir criar jogadas de ataque. A melhor chance foi um chute de Echaporã, aos 10.

TRUNCADO!

Diferente da primeira etapa, os dois times voltaram muito equilibrados e não tiveram grandes chances na segunda etapa. Dessa maneira, poucas chances foram criadas por ambos os lados. Além disso, as equipes acabaram cometendo muitas faltas, com poucas jogadas de perigo.

FICHA TÉCNICA
GUARANI X PONTE PRETA

Local:
Brinco de Ouro, em Campinas (SP)
Data e hora: 08/05/2022 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Neuza Ines Back
Cartões amarelos: Leandro Vilela, Matheus Pereira, Silas, Giovanni Augusto, Diogo Matheus e Júlio César (Guarani); Felipe Amaral, Norberto, Thiago Oliveira e Ramon Carvalho (Ponte Preta)
Cartões vermelhos: -

GOLS: -

GUARANI (Técnico: Ben-Hur Moreira)

Maurício Kozlinski; Diogo Mateus, João Victor (Yago, aos 27'/2ºT), Ronaldo Alves e Matheus Pereira; Eduardo Person (Madison, aos 37'/1ºT), Leandro Vilela (Silas, aos 17'/2ºT) e Giovanni Augusto; Bruno José, Nicolas Careca (Yago, aos 27'/2ºT) e Júlio César (Lucão do Break, aos 17'/2ºT).

PONTE PRETA (Técnico: Hélio dos Anjos)

Caíque França; Norberto (Bernardo, aos 32'/2ºT), Thiago Oliveira, Fábio Sanches (Fabrício, aos 15'/1ºT) e Jean Carlos (Igor Formiga, aos 32'/2ºT); Felipe Amaral (Walisson, aos 16'/2ºT), Léo Naldi e Ramon Carvalho; Danilo Gomes, Lucca e Echaporã.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários