Jorge Jesus fala sobre relação com jogadores do Flamengo e revela: 'Foi o auge da minha carreira'
Lance!
Jorge Jesus fala sobre relação com jogadores do Flamengo e revela: 'Foi o auge da minha carreira'


Antes de declarações bombásticas sobre a vontade de voltar ao Flamengo virem à tona, Jorge Jesus gravou uma entrevista ao programa "Bem, Amigos!", que irá ao ar na próxima segunda (9). O técnico comentou sobre a sua trajetória de sucesso no clube, entre 2019 e 2020, e chegou a se esquivar quando perguntado se voltaria ao Rubro-Negro por conta do "ponto de vista profissional e ético".

- Foi o auge da minha carreira, em todos os aspectos. A minha passagem no Flamengo para mim é histórica. Não só pelos títulos que ganhamos, mas pela relação que tive com os jogadores. Eu nunca tive uma equipe em que nós estivéssemos tão ligados e que eu senti que eles gostavam tanto de mim. Nunca tinha ouvido os meus jogadores dizerem que me amavam. Foi uma sintonia muito forte - disse JJ, emendando uma resposta à pergunta de Galvão Bueno, apresentador do programa do "Sportv", sobre a chance de voltar ao Fla:

- É uma pergunta muito complicada do ponto de vista profissional e ético. Aquilo que mais quero é que o Flamengo ganhe os objetivos que merece ter, e eu vou seguir a minha carreira. Posso ser treinador do Flamengo daqui a, sei lá, um ano, dois anos. Agora eu sou um treinador livre, posso escolher quem eu quiser. Daqui a um mês ou dois, se calhar, eu já não sou um treinador livre. Que na minha cabeça está voltar a vir ao Brasil treinar, está.

Jesus, que passa férias no Rio desde a última semana de abril, também falou a respeito da possibilidade de assinar com o Fenerbahçe nos próximos dias .

- Quando eu chegar a Portugal, vou começar a conversar o que vou fazer da minha vida. Inclusive uma equipe, que é o Fenerbahçe, está à espera que eu chegue a Portugal. Não sei o que vai acontecer, mas vou ter que começar a ter decisões.

> Fla de olho no clássico! Veja a tabela do Brasileirão

Jorge Jesus está sem clube desde o fim de 2021, quando deixou o Benfica nos últimos dias de dezembro . De lá para cá, o treinador recebeu sondagens de diversos clubes, incluindo equipes do futebol brasileiro, como Atlético-MG, Fluminense e Corinthians, segundo o técnico destacou. O Mister, por sua vez, recusou as propostas, alegando que no Brasil só trabalharia no Fla, inclusive .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários