Próximo adversário do Vasco, CSA tem velhos conhecidos do futebol carioca e encara 'maratona de jogos'
Lance!
Próximo adversário do Vasco, CSA tem velhos conhecidos do futebol carioca e encara 'maratona de jogos'


Pressionado, o Vasco volta a campo neste sábado, às 19h, contra o CSA, em São Januário. O Azulão passa por uma verdadeira maratona nesta semana, já que enfrentou o Cruzeiro (AL) na última segunda-feira pela Seletiva da Copa do Brasil 2023 e na quarta mediu forças contra o Criciúma pela Série B. O LANCE! conversou com jornalistas para analisar o momento do próximo adversário da equipe carioca.

O elenco é recheado de velhos conhecidos do futebol carioca como o zagueiro Werley e o lateral Diego Renan, ex-Vasco, Sassá, que teve passagem pelo Botafogo, Bruno Mezenga e Gabriel, que é o principal nome do elenco e atuou com a camisa do Flamengo na era Zé Ricardo. O jornalista Alberto Oliveira, da CBN Maceió, ressaltou o desempenho do ponta e analisou a maneira como a equipe joga.

+ Confira e simule a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

- Gabriel é o jogador mais destacado. Com passagem pelo Flamengo, ele está completando a terceira temporada com a camisa azulina. Ele é a referência técnica da equipe - destacou, e emendou:

- O Mozart tem uma avaliação positiva. Ele tem formação na Itália e ideias de jogo modernas. Como ponto positivo tem a intensidade com que o time joga e o fato de ser uma equipe que propõe ou tenta propor o jogo diante de qualquer adversário. O fato negativo é que há proporcionalmente na quantidade de chances criadas para os gols feitos. O time tem um percentual baixo de aproveitamento nas finalizações certas no alvo. Cria muito e desperdiça - finalizou.

A equipe alagoana não iniciou bem a competição e tenta encontrar o caminho da vitória para engrenar. O único triunfo até aqui foi na última semana sobre o Sport, no Rei Pelé. Porém, na quarta, voltou a tropeçar em casa, desta vez para o Criciúma. O jornalista Júlio César Oliveira, da rádio Pajuçara Fm, de Maceió, acredita que o CSA caiu de rendimento após não vencer o Estadual.

+ 777 Partners tem hábito de demitir técnicos ao assumir clubes e põe em xeque futuro de Zé Ricardo no Vasco


- O Azulão do Mutange até começou bem a temporada, com boas atuações e conquistando uma sequência de vitórias. Mas sentiu o abalo ao ser eliminado para o rival: CRB, na semifinal do estadual, principalmente por ter assistido ao rival ser campeão Alagoano. O que também vem atrapalhando muito a vida do CSA são os erros na bola parada defensiva - explicou, e acrescentou:

- Nos últimos jogos, exceto contra o Criciúma, o CSA sofreu muitos gols envolvendo a bola parada. O treinador azulino não está tendo tempo para trabalhar por conta da sequência de jogos (o CSA estava jogando ainda a seletiva da Copa do Brasil), o que pode ainda ser um ponto para o Vasco explorar - completou.

De acordo com dados do portal "Footstats", o CSA é o segundo time com menos desarmes na competição (41, no total). O número baixo também se repete nas interceptações, quando a equipe teve apenas oito nas cinco rodadas. Nas rebatidas, os alagoanos ficam na lanterna da lista com 134, o que evidencia uma certa fragilidade defensiva.

+ Quintero analisa pressão do Vasco e projeta sequência em casa na Série B: 'Jogar no Caldeirão é fundamental'

O lado ofensivo também não tem sido efetivo da maneira que o técnico Mozart gostaria. O CSA tem o pior ataque ao lado de Sport, Ponte Preta, Guarani e CRB, com três gols. Ainda é cedo para fazer uma análise completa, mas tais problemas precisam ser corrigidos para a equipe engrenar.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários