Pedro volta a ser solução em um Flamengo instável e que carece de evolução com Paulo Sousa
Lazlo Dalfovo
Pedro volta a ser solução em um Flamengo instável e que carece de evolução com Paulo Sousa


Em boa parte do jogo de ida, o Flamengo teve uma atuação animadora contra o Talleres-ARG no Maracanã, quando venceu por 3 a 1 e convenceu coletivamente . Já na noite passada, no empate em 2 a 2 com o mesmo time argentino , o time de Paulo Sousa, instável, mostrou estar estagnado em diversos aspectos. Ao menos Pedro voltou a ser solução e fez mais um gol, com ótima participação.

> ATUAÇÕES: Pedro se destaca em noite péssima do time

O embate pela quarta rodada do Grupo H da Libertadores, em Córdoba, foi o jogo em que o Flamengo menos finalizou a gol nesta edição do torneio: apenas cinco vezes (a média é de 11). O primeiro arremate, aliás, só veio na segunda etapa, e resultou em um golaço de Arrascaeta.

Dá para dizer que o Fla teve uma sequência de três jogos convincentes, iniciada justamente contra o Talleres no Rio. Depois, venceu o São Paulo com imponência e, no mesmo Maracanã, empatou com o Palmeiras, porém com um rendimento tático e técnico de alto nível.

Após a série empolgante, perdeu para o Athletico, venceu a Universidad Católica e o Altos e empatou com o Talleres. Mesmo quando triunfou, o Fla cedeu muitas chances ao adversário e foi refém de lampejos técnicos de suas estrelas, o que foi uma tônica da equipe ao longo do Carioca.

Pedro e Gabigol - Flamengo

Pedro e Gabi: dupla funcionou em lance importante para pontuar na Argentina (Foto: Marcelo Cortes / Flamengo)

PEDRO, UM ALENTO

Como dito acima, a entrada de Pedro, que foi bem no pivô, se empenhou sem a bola e marcou um belo gol após passe de Gabi, foi um alento. O atacante finalizou o jogo desta quarta sentindo dores musculares. Caso tenha condições de atuar nas próximas partidas, seguirá a cartilha para se tornar um protagonista sob o comando do Mister , que destacou o seguinte acerca do camisa 21:

- Mesmo antes de chegar de Lisboa, falei da importância das minhas ideias para integrar ao máximo jogadores com características diferentes na frente, como o Pedro. Desde o início da pré-temporada, trabalhamos isso. Os momentos individuais e coletivos nos levam a tomar decisões. Confiamos nele, como em outros jogadores. Trabalhamos parar tirar o máximo de sua capacidade mental e tática.

> Veja a tabela do Brasileirão

Pedro ficou 13 jogos sem ir às redes. Agora, são dois gols nos últimos dois jogos, chegando a cinco nesta temporada. Com confiança, se não entrar na indigesta lista de baixas, tende a ser cada vez mais importante.

E será essencial que Paulo Sousa faça os ajustes necessários, e constantemente externados , para enfim fazer o seu time engrenar e potencializar o jogo coletivo do Flamengo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários