Combates de alto nível marcam a Copa do Brasil de Muay Thai 2022
TATAME
Combates de alto nível marcam a Copa do Brasil de Muay Thai 2022


No último sábado (30), o Camp Grão Mestre Luiz Alves, em Djalma Ribeiro, no Recreio (RJ), recebeu a Copa do Brasil de Muay Thai 2022. Organizado pela CBMT (Confederação Brasileira de Muay Thai), o evento contou com lutas de alto nível, reunindo competidores dos 8 anos de idade até os 52 anos.

Ao todo, foram 27 combates, sendo dez de apresentação e 17 lutas casadas. Nos quatro duelos principais da Copa do Brasil de Muay Thai, três vitórias de atletas da Champions Factory sobre representantes da CMT12 e um empate, com Adão Martins, Alexandre Duarte e Antônio Marcos Ferreira derrotando Vanderlan Bezerra, Deiveson Coelho e Yuri de Oliveira Magalhães, respectivamente. Já Matheus Alves de Souza e Thiago Hernantes Aniceto ficaram no empate.

- A Copa do Brasil de Muay Thai foi um sucesso, tivemos grandes lutas e continuamos abrindo o ringue para que se torne cada vez mais simples ir à luta. Além disso, contamos com a participação de muitas crianças a partir de 8 anos, que deram um show, e fomos até os 52 anos, com a Lurian Matos, da equipe CMT12, uma atleta que sempre encanta por sua vontade de lutar - celebrou Christian Sampaio, presidente da CBMT, que ainda falou sobre os próximos passos da confederação:

- Importante ressaltar que as parcerias e apoios que firmamos vem sendo fundamentais para a CBMT. Na Copa do Brasil de Muay Thai já contamos com 30% das inscrições gratuitas para atletas de projetos sociais e conseguimos baixar o valor geral das inscrições, além de dar mais premiações aos atletas. O nível dos competidores vem crescendo muito e nosso objetivo é crescer com eles trazendo a categoria profissional. A ideia é cada vez mais valorizar o esporte e os atletas nos nossos eventos, com a categoria profissional sendo o primeiro passo para buscar novos patrocinadores e melhor ainda mais as bolsas - disse o presidente.

Além do card principal, outros combates que merecem destaque foram Manuela Buscacio (Champions Factory) x Sophia Oliveira Feitosa (CMT12), a vitória de Amanda Martins (Champions Factory) sobre Léa Batista (Centro Cultural da Luta/Federação Mineira de Muay Thai), assim como a atuação de Kerollayne Lima (Champions Factory ) contra Monique Campos (Federação Mineira de Muay Thai). Entre as equipes, a Champions Factory foi a grande campeã.

Uma das principais competições da modalidade no país, a Copa do Brasil de Muay Thai da CBMT teve apoio da Secretaria de Esportes do Estado do Rio de Janeiro, da Power Supplements, da Plate Armour, da Dutti 1889, além da Hada Creative. Animado para a sequência da temporada, Christian projetou o Campeonato Brasileiro, em junho:

- Estamos muito motivados em trazer a categoria profissional ainda este ano no Circuito Grão Mestre Luiz Alves. Em junho teremos o Brasileiro, diversas equipes de fora do Rio já estão confirmadas, então a expectativa é por mais um evento de alto nível - encerrou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários