Felipe Buakaw brilha no SFT 34 e fatura título interino dos leves
TATAME
Felipe Buakaw brilha no SFT 34 e fatura título interino dos leves


Realizado no último sábado (30), em um Clube Atlético Juventus (SP) lotado de fãs, o SFT 34 consagrou Felipe Buakaw como novo campeão interino do peso-leve. Na luta principal do evento, valendo o cinturão de MMA, Buakaw impôs seu jogo sobre Alex Canguru e, no quarto round, deu números finais à disputa com uma sequência de golpes na cabeça do adversário. Já no co-main event, em aguardada revanche, Acácio Pequeno se vingou da derrota para Marcos Brigagão ao vencer por decisão unânime dos jurados.

Ao todo, o card do SFT 34 teve 13 duelos, sendo um de Xtreme, com triunfo de Vicelazio Neto contra Lucas Van Damme, e outro híbrido, na abertura da noite, envolvendo as promessas Pedro Sousa e Julio Claybom. "O público lotou o ginásio e o card preliminar foi sensacional, poderiam ser lutas de card principal em qualquer evento do mundo", vibrou David Hudson, presidente da organização.

Buakaw domina Canguru e fatura título

Logo com um minuto do combate principal, Felipe Buakaw mostrou a que veio e aplicou duas quedas em Alex Canguru, dominando a primeira parcial no chão. No segundo round, a trocação entrou em pauta, com Buakaw controlando o centro do cage, enquanto Alex buscava responder no contragolpe.

No terceiro assalto, Felipe sentiu um Canguru mais cansado, encurralou o oponente contra a grade e desferiu bons golpes. Já na volta do quarto round, não teve jeito. Depois de balançar Alex com uma pedrada de direita, Buakaw acertou uma série de socos na cabeça do adversário para conquistar a vitória e o cinturão interino dos leves.

Com o resultado, Felipe Buakaw chegou a três lutas e três vitórias no SFT, e desponta como um dos grandes nomes da organização. Foi também o 20º resultado positivo do lutador da equipe Vale Top Team no MMA profissional. Alex Canguru, por sua vez, voltou a perder após somar três triunfos seguidos.

Acácio vinga derrota para Brigagão

Bastante aguardado, o co-main event do SFT 34 marcou a primeira revanche de MMA da história da companhia. No encontro inicial, em outubro de 2021, Marcos Brigagão levou a melhor sobre Acácio Pequeno após uma interrupção médica no intervalo do primeiro round. Desta vez, entretanto, a história foi outra.

Válido pela divisão dos meio-pesados, o confronto começou animado, com fortes golpes disparados, e seguiu a tônica no segundo assalto, quando Acácio resistiu a uma tentativa de finalização de Brigagão, inverteu a posição e quase definiu a luta. No terceiro round, os dois atletas foram para o tudo ou nada, e no fim, Acácio Pequeno - que contou com o apoio em peso da torcida - venceu por decisão unânime dos jurados, se vingando do revés no ano passado.

Nocautes agitam o card principal

Outros três combates agitaram o card principal do SFT 34. Pelo peso-galo feminino, Fernanda Barbosa e Nubia Bombom travaram um embate acirrado, que terminou com o triunfo de Fernanda após fazer valer sua maior envergadura. No encontro entre Thiago Manchinha e Bruno Viana, muita ação e vitória de Manchinha por nocaute técnico. Depois de segurar os ataques do seu oponente no chão, Thiago acertou uma combinação de socos que balançou Bruno no segundo assalto e completou o serviço no ground and pound.

Na única luta válida pelo SFT Xtreme, Vicelazio Neto apostou nos chutes baixos e castigou Lucas Van Damme até o chute derradeiro, no terceiro round, que forçou a interrupção do árbitro central.

Meninas brilham no card preliminar

Repleto de bons duelos, o card preliminar do SFT 34 teve o brilho das feras Luana Santos e Alexia Thainara, que finalizaram Beatriz Ferreira e Jeanne Ruas, respectivamente, com uma chave de braço e um mata-leão. Enquanto Luana, que é faixa-preta de Judô, segue invicta no MMA, agora com três triunfos, Alexia chegou à sua sexta vitória e estreou com o pé direito na organização.

O evento ainda marcou a vitória de virada de Eduardo Chapolin sobre Denis “3D” Araújo por decisão majoritária. Lembrando que Chapolin foi chamado faltando uma semana para a luta, falhou na balança, começou o embate com menos dois pontos, mas mesmo assim conseguiu o resultado positivo. Já Paulo “Laia” Henrique anotou mais um importante triunfo ao bater Bruno Beirute por unanimidade.

Em outros combates animados do SFT 34, Deja Moura e Isaias Simões travaram uma disputa de trocação franca e com leve superioridade de Deja - vencedor por decisão dividida -, enquanto Reginaldo Geraldo derrotou Edinho Silva por decisão unânime dos jurados.

RESULTADOS COMPLETOS:

SFT 34
Clube Atlético Juventus, em São Paulo
Sábado, 30 de abril de 2022

Card principal

Felipe Buakaw derrotou Alex Canguru por nocaute técnico no 4R (cinturão interino)
Acácio Pequeno derrotou Marcos Brigagão por decisão unânime dos jurados
Fernanda Barbosa derrotou Nubia Bombom por decisão unânime dos jurados
Thiago Manchinha derrotou Bruno Viana por nocaute técnico no 2R
Vicelazio Neto derrotou Lucas Van Damme por nocaute técnico no 3R (Xtreme)

Card preliminar
Eduardo Chapolin derrotou Denis “3D” Araujo por decisão majoritária dos jurados
Paulo “Laia” Henrique derrotou Bruno Beirute por decisão unânime dos jurados
Deja Moura derrotou Isaias Simões por decisão dividida dos jurados
Alexia Thainara finalizou Jeanne Ruas com um mata-leão no 2R
Reginaldo Geraldo derrotou Edinho Silva por decisão unânime dos jurados
Luana Santos finalizou Beatriz Ferreira com uma chave de braço no 3R
Matheus Correa derrotou Daniel Tercilio por decisão unânime dos jurados

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários