Venda de Savarino: MLS alavanca nível técnico, vira foco de clubes europeus e atrai sul-americanos
Valinor Conteúdo
Venda de Savarino: MLS alavanca nível técnico, vira foco de clubes europeus e atrai sul-americanos


As conversas na negociação de Jefferson Savarino, do Atlético-MG, com o Real Salt Lake avançaram e estão em estágio final. O atleta será comprado pelo clube norte-americano, onde já atuou, e só falta a assinatura dos contratos para que o negócio seja concretizado. Savarino deve seguir o mesmo destino do meia atacante Dylan Borrero , revelado pelo Galo , que também foi vendido para a liga dos Estados Unidos e atualmente joga no New England Revolution.

>>> Veja as últimas do mercado da bola

Em 2022, o Atlético já fez outros negócios com a MLS. Depois de emprestar o volante Alan Franco para o Charlotte FC, o clube encaminhou um acordo nos mesmos moldes para que o zagueiro Micael atuasse no Houston Dynamo.

Com a venda confirmada de Dylan Borrero e a iminente saída de Savarino, já foram quatro negociações na temporada atual. Além disso, o jovem meia-atacante Savinho tem acordo encaminhado com o Grupo City para a próxima janela de transferências da liga norte-americana.

Além do nível técnico das partidas, que ano após ano mostra evolução, a excelente estrutura dos clubes é outro fator que fortalece essa nova "rota" que leva à Europa. Por observarem nos Estados Unidos equipes com centros de treinamentos estruturados, corpo de funcionários de alta performance e estádios modernos, o mercado europeu, hoje, tem a certeza de que um atleta vindo da MLS chegará bem preparado em aspectos importantes de sua formação, como físico, mental e de competitividade.

- A MLS é uma liga muito organizada e que hoje vê seus clubes apostarem em jovens talentos com potencial de revenda. É um patamar diferente do de alguns anos atrás, quando eram contratados atletas de renome com o objetivo de tornar a liga mais conhecida. Esse crescimento faz parte de um planejamento que deve existir há muitos anos e que vai tornar o futebol dos Estados Unidos ainda mais forte - analisou Rui Costa, diretor executivo do São Paulo.

Exemplos que fizeram o caminho rumo ao velho continente não faltam. Alphonso Davies, lateral destaque do Bayern de Munique, foi comprado ao Vancouver WhitcCaps. Miguel Almirón, atacante do Newcastle, pertencia ao Atlanta United. Maior e mais recente negociação da MLS junto ao futebol europeu, o americano Ricardo Pepi foi do FC Dallas para o Augsburg, da Alemanha, por 20 milhões de euros.

Para Júnior Chávare, diretor executivo com passagens por Bahia e pela base do Galo, ser uma ponte para o futebol europeu também acaba sendo muito vantajoso para as equipes norte-americanas.

- É inegável que a alta do dólar torna uma negociação com destaques de clubes brasileiros e sul-americanos vantajosa para os times da MLS. Mas o interesse não fica somente neste quesito, já que esses atletas também trazem um retorno esportivo e financeiro, pelo alto potencial de revenda - disse.

Dentre os brasileiros que disputam a competição, a quantidade de jovens também chama atenção: são 11 jogadores com menos de 23 anos de idade dentre os 33 inscritos ao todo. Marcelo Paz, presidente do Fortaleza, analisa esse número.

- O foco dos clubes americanos e dos jovens atletas brasileiros mudou. Hoje, nossos atletas são monitorados e seguem para os Estados Unidos para continuarem sendo desenvolvidos. É um bom caminho para o sonho de atuar na europa. Atualmente, o perfil da MLS é lapidar promessas, e a estrutura que seus clubes oferecem também é interessante para os jogadores e seus agentes - observou.

Confira abaixo quem são as jovens promessas do futebol brasileiro nesta temporada da MLS:

- Vinícius Mello, 19 anos, revelado pelo Internacional (Charlotte FC)
- Brenner, 22 anos, revelado pelo São Paulo (Cincinnati)
- Lucas Esteves, 21 anos, revelado pelo Palmeiras (Colorado Rapids)
- Max, 20 anos, revelado pelo Flamengo (Colorado Rapids)
- Maciel, 22 anos, revelado pelo Botafogo (New England Revolution)
- Talles Magno, 19 anos, revelado pelo Vasco (New York City)
- Thiago Andrade, 21 anos, revelado pelo Fluminense (New York City)
- Victor Yan, 20 anos, revelado pelo Santos (Orlando City)
- Léo Chu, 21 anos, revelado pelo Grêmio (Seattle Sounders)
- Caio Alexandre, 22 anos, revelado pelo Botafogo (Vancouver Whitecaps)
- Thiago, 21 anos, revelado pelo Flamengo (Houston Dynamo)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários