Willian Arão, do Flamengo, perde na Justiça e dívida com o Botafogo alcança R$ 5,5 milhões
Sergio Santana
Willian Arão, do Flamengo, perde na Justiça e dívida com o Botafogo alcança R$ 5,5 milhões


Além de começar a colher bons resultados dentro de campo, o Botafogo teve uma importante vitória na Justiça. O TST negou por unanimidade um Recurso de Embargos de Declaração feito por Willian Arão, do Flamengo . A dívida do volante com o Alvinegro, agora avaliada em R$ 5,5 milhões, continua valendo.

+ Botafogo ganha mais de 9000 sócios em abril e quer aumentar vantagens para 'além do jogo'

O jogador entrou com esse recurso nos últimos meses, na tentativa de diminuir o valor. Não deu certo, mas ele ainda pode recorrer mais uma vez. O Botafogo mantém a posição e está à espera do depósito, referente justamente à transferência do camisa 5 ao Flamengo em 2016.

Willian Arão já depositou por volta de R$ 400 mil nos autos do processo. Esta quantia será descontada do total que o atleta deve ao Botafogo. Portanto, na prática, o Alvinegro tem pouco mais de R$ 5 milhões a receber. O jornalista Matheus Mandy informou primeiramente e o LANCE! confirmou.

A questão envolvendo Arão começou no fim de 2015. Após se destacar na Série B por empréstimo junto ao Corinthians, o Botafogo exerceu uma obrigação de compra no valor de R$ 400 mil. O jogador devolveu o dinheiro ao Alvinegro, deu fim à opção e dias depois assinou com o Flamengo.

Desde então, jogador e clube travam batalha na Justiça sobre a polêmica saída. O valor tem aumentado praticamente de forma exponencial: era R$ 4 milhões em abril de 2020 , R$ 4,8 milhões em maio de 2021 e agora está em R$ 5,5 milhões.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários