Seletiva leva cinco jogadores para avaliações em grandes clubes por meio de aplicativo
Lance!
Seletiva leva cinco jogadores para avaliações em grandes clubes por meio de aplicativo


A primeira seletiva do aplicativo LinkSports, realizada no estádio Mané Garrincha, em Brasília, na última semana, selecionou cinco jovens talentos inscritos na plataforma para avaliações em importantes clubes do futebol brasileiro, como Athletico Paranaense, Atlético Goianiense e Ferroviária.

Plataforma gratuita desenvolvida por uma startup canadense, a LinkSports aproxima potenciais jogadores de observadores técnicos por meio de desafios gamificados que, ao serem cumpridos, filmados e postados, geram um ranqueamento com a ajuda de algoritmos. O sistema de pontuação é eficiente, universal e baseado em dados verificáveis, possibilitando a comparação de diferentes parâmetros entre atletas de faixa etária similar.

Para o diretor de Comunicação da LinkSports no Brasil, Fernando Augusto Cury, o evento do dia 16 foi um marco importante para o aplicativo, oficialmente lançado na ocasião.

- Nossa proposta é entregar um grande portfólio de atletas a observadores técnicos de todo o Brasil e acredito que demos um grande primeiro passo nessa direção - avaliou.

Ao todo, a seletiva contou com a participação de mais de 150 atletas inscritos na plataforma, avaliados por representantes de sete clubes: Athletico Paranaense, Atlético Goianiense, Ferroviária, Flamengo, Goiás, Kaska FC (Japão) e Vila Nova.

O evento no Mané Garrincha foi dividido em duas partes. Na primeira, atletas participaram de uma demonstração dos desafios do aplicativo LinkSports, que envolvem exercícios de velocidade, drible, passe e finalização criados por especialistas técnicos. A última atividade do circuito contou com um dos recursos mais atrativos da plataforma: o Embaixadômetro, tecnologia com Inteligência Artificial que calcula automaticamente o número de embaixadinhas feitas em um vídeo.

Em seguida, foram disputadas cinco partidas com equipes destaques do Distrito Federal e do entorno, sendo uma na categoria feminina adulta e outras quatro masculinas, do sub-14 ao sub-16.

- O Brasil tem a maior matéria-prima para o futebol no mundo, mas, infelizmente, também tem muitos talentos desperdiçados, que acabam não recebendo as oportunidades que mereciam. Em um país continental, é difícil cobrir tudo, por mais que se tenha uma equipe grande e qualificada. Com uma ferramenta como essa, conseguimos avaliar e oportunizar mais atletas - afirmou Admilson Santos, o Tico, ex-atacante e observador técnico do Athletico presente à seletiva.

Selecionado para testes no Atlético-GO, o meia Miguel Araújo, do Drible Sports, comemorou a oportunidade conquistada após a seletiva.

- Não esperava, tão novo, jogar em um estádio de Copa do Mundo, onde jogadores como Messi e Cristiano Ronaldo já pisaram. Só tenho a agradecer. Fico ansioso para treinar na categoria de base de um clube como o Atlético, ver como o nível é diferente daqui - disse o garoto de 13 anos.

Como funciona

No LinkSports, o usuário deve realizar e filmar os desafios propostos para conquistar pontos no sistema de ranqueamento do aplicativo. Os vídeos são avaliados por especialistas da plataforma, que, com a ajuda de algoritmos, elaboram uma análise detalhada de cada atleta.

Além de ser um atalho para quem busca o sonho de jogar futebol profissionalmente, o LinkSports também é utilizado para diversão entre amigos, que podem se desafiar em busca da melhor performance nas atividades do aplicativo.

- Saímos de Brasília com muita satisfação pelo que vimos no evento. E levamos também um enorme aprendizado que servirá para o aplicativo, que passa por um processo permanente de desenvolvimento e melhorias - afirmou Cury.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários