Funding garantiu R$ 31,6 milhões em empréstimos ao Santos em 2021
LANCE!/DIARIO DO PEIXE
Funding garantiu R$ 31,6 milhões em empréstimos ao Santos em 2021


De acordo com o balanço do Santos de 2021 obtido pelo LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE, o Funding de torcedores do clube garantiu R$ 31,6 milhões em empréstimos com juros baixo ao Peixe, feitos pelo Banco Safra. As transações foram feitas em três oportunidades: R$ 20 milhões em julho, R$ 6,6 milhões em setembro e R$ 5 milhões em dezembro.

Aprovado pelo Conselho Deliberativo em 10 de junho do ano passado, o projeto do Funding tinha como objetivo avalizar empréstimos ao Santos. A mecânica consistia em torcedores do clube levarem seus investimentos para um determinado banco (Safra) e esses montantes servirem como uma espécie de garantia para os empréstimos ao clube, com juros menores do que os praticado no mercado.

De acordo com o balanço, os valores dos empréstimos foram aplicados da seguinte forma: R$ 6 milhões para o pagamento da folha de julho do ano passado, R$ 2,5 milhões para os direitos de imagem (julho e dezembro), R$ 6,1 milhões para o pagamento de Imposto de Renda Retido na Fonte da Folha de pagamento, R$ 2,4 milhões para o pagamento de INSS, R$ 5,9 milhões para pagamento ao Krasnodar da dívida pela compra de Cueva, R$ 600 mil ao Huachipato pela compra de Soteldo e R$ 5,4 milhões para pagamentos de acordos, além de despesas menores.

O parecer do Conselho Fiscal aprovou a utilização do empréstimo e apontou que os valores foram bem utilizados pelo clube, mas fez um alerta importante.

- Se o clube não se reinventar, não melhorar sua performance dentro das quatro linhas a fim de ganhar premiações e o marketing não prover um aumento significativo das receitas, o futuro não será tão lindo como apregoa o Conselho Gestor - diz trecho do documento.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários