Galvão Bueno
Divulgação
Galvão Bueno

Galvão Bueno, aos poucos vai se despedindo da emissora que por mais de quatro décadas foi a sua casa. Durante o programa 'Bem Amigos' desta segunda-feira (25), o narrador de 71 anos comparou a sua saída do Globo como uma ‘primeira morte’ na sua vida.

O jornalista relembrou a frase do ex-jogador Paulo Roberto Falcão, que dizia que o atleta de futebol morre duas vezes: a primeira quando encerra sua carreira e a segunda quando de fato deixa a vida. Galvão afirmou que achava a afirmação exagerada, mas que agora entende a dimensão das palavras.

- A partir do momento que eu decidi, junto com a Globo, que não haverá renovação de contrato ao final desse ano e que minha última transmissão, depois de 41 anos, será no dia 18 de dezembro, na final da Copa do Mundo, eu tô entendendo o que o Falcão falou sempre. Vai ser uma primeira morte, espero que a outra demore um pouquinho, até porque estou virando uma página de um livro e não fechando o livro - destacou.

A Copa do Mundo do Qatar, no final deste ano, será o último evento a ser narrado por Galvão Bueno na Globo. Nos últimos dias, Galvão fechou uma parceria com a empresa do influencer Felipe Neto, a Play 9, até 2026.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários