SESI SP e SESI Ribeirão Preto vencem o Brasileiro Sub-14 de polo aquático
Lance!
SESI SP e SESI Ribeirão Preto vencem o Brasileiro Sub-14 de polo aquático


O Campeonato Brasileiro Interclubes Sub-14 chegou ao fim neste domingo (24) na piscina do Clube Internacional de Regatas em Santos, litoral sul de São Paulo, coroando os grandes campeões da competição: o SESI Ribeirão Preto no masculino, e o SESI de SP, no feminino.

+ COB renova vínculo com Turma da Mônica até as Olimpíadas de Paris

Com 66 jogos disputados, a competição, realizada pela PAB – Polo Aquático Brasil em conjunto com Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) começou na quarta-feira (20) e contou com a participação de 12 equipes no masculino e 6 no feminino.

Os campeões, tanto no feminino quanto no masculino, chegaram às finais em campanhas invictas e conquistaram a segunda edição do Brasileiro sub14 da temporada 2021/2022.

- Foi um grande sucesso o término da temporada 2021/2022.A temporada toda foi repleta de grandes jogos, emoções e enorme envolvimento dos Clubes. O CBIs sempre são feitos com grande capricho por toda equipe da Liga PAB e fundamental apoio do Comitê Brasileiro de Clubes- CBC. Um agradecimento especial aos técnicos. Grandes pilares dessa emoção toda. Aos atletas fica nosso reconhecimento do esforço de cada um para a preparação aos jogos. Que a próxima temporada seja ainda mais grandiosa com grandes jogos - disse Alexandre Zwicker, Presidente da PAB.

O SESI Ribeirão Preto chegou a final depois de campanha invicta no torneio masculino. Na final, venceu a ABDA pelo placar de 11 a 9.

- O jogo foi disputado até o final. Foi um campeonato muito legal, fizemos oito jogos até chegar na final, nossa equipe foi excelente, fizemos um campeonato muito bom, ponto a ponto, cada jogo fomos melhorando. Estamos muito felizes por ter sucesso nesse trabalho realizado - disse Marcelo Freitas, técnico do SESI RP.

- A criançada precisa jogar. Quanto mais as crianças jogam mais eles evoluem, um torneio como esse, com oito jogos, acontece uma evolução em cada jogo. Que tenhamos mais desse tipo, isso é fundamental para o polo aquático do Brasil crescer - finalizou.

O terceiro lugar no masculino foi conquistado pela equipe do SESI SP que venceu a Hípica por 7 a 4.

No feminino, após também campanha invicta, o SESI SP venceu a final também contra a ABDA de Bauru pelo placar de 7 a 3. O time vermelho e branco mostrou sua potência e conquistou o bicampeonato da competição.

- Pela segunda vez, a gente ganhou mais uma vez. No começo foi difícil, mas depois a gente conseguiu, estamos muito felizes pelo bicampeonato. Sobre minha carreira no polo, que está começando, eu quero crescer mais, quem sabe um dia jogar na Seleção, estou em busca disso sempre, jogando forte - comentou Maria Guedes, jogadora do SESI.

O Pinheiros ficou com o terceiro lugar da competição ao vencer a Hípica de Bauru por 9 a 6. O quinto lugar do Torneio feminino ficou com o Tijuca Tênis Clube, que venceu o Flamengo por 5 a 3 no sábado (23).

Henrico Martins, do SESI de Ribeirão Preto, foi o artilheiro e MVP da competição masculina. O atleta marcou 35 gols durante o torneio.

- Todo campeonato agrega muito, é sempre muito aprendizado. Esses prêmios individuais que recebi não são só meu, mas também do meu time que ajuda muito - comentou Henrico.

O goleiro menos vazado foi Lorenzo Mumic, também do time campeão e o atleta Revelação foi Diego Garanzi do SESI SP.

No feminino a MVP e artilheira foi Maiah Nascimento, atleta da ABDA de Bauru, com 38 gols marcados. A goleira menos vazada foi Ingrid Yara do time campeão do SESI SP e a Revelação foi Nicole Arena do Esporte Clube Pinheiros.

A competição feminina foi realizada com uma fase classificatória e outra mata-mata. Já a masculina foi dividida em duas séries: a série ouro (times mais bem colocados na classificação) e a série prata. Campeão da série prata, o Jundiaiense venceu o SESI Jundiaí por 7 a 3 ainda no sábado (23).

Participaram do Torneio: SESI Ribeirão Preto, Sociedade Hípica Bauruense, ABDA Bauru, SESI Jundiaí, Tijuca Tênis Clube, Paineiras, Jundiaiense, Clube Internacional de Regatas, Fluminense Football Club, Clube de Regatas do Flamengo, SESI SP e E.C Pinheiros, no masculino e Clube de Regatas do Flamengo, E.C Pinheiros, Hípica, Tijuca, SESI SP e ABDA Bauru, no feminino.

Alguns confrontos foram realizados também na piscina do Centro Esportivo e Recreativo Rebouças, que fica localizado no mesmo bairro do Internacional de Regatas.

Nos jogos, as partidas tiveram sete minutos cada tempo, quatro minutos a menos do que os jogos tradicionais de polo aquático e contam com jogadores que completaram 14 anos de idade no ano de 2021.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários