Agradecimento a John Textor e Erison 'tietado': torcida do Botafogo rouba a cena em Brasília
Lance!
Agradecimento a John Textor e Erison 'tietado': torcida do Botafogo rouba a cena em Brasília


A torcida do Botafogo de Brasília demorou três anos para reencontrar o time e não deixou a oportunidade de fazer uma festa escapar. De cartazes a canções, os pouco menos de 30 mil presentes no Estádio Mané Garrincha na vitória por 3 a 0 sobre o Ceilândia foram protagonistas.

+ Onipresente: Gustavo Sauer é o jogador com mais desarmes e dá assistência em estreia pelo Botafogo

Desde antes do dia do jogo, ainda quando a equipe havia desembarcado em Brasília, a torcida mostrou que chegaria para fazer barulho. Luís Castro foi o mais comemorado pelos torcedores naquela terça-feira, na entrada do B Hotel.

No Mané Garrincha, as cartas mudaram. Um torcedor levou um cartaz agradecendo John Textor, investidor que comprou 90% da SAF do clube, pela aquisição. O norte-americano sequer estava lá, mas a mensagem não pôde ter passada batida.

"Obrigado John Textor por retornar a esperança para nós!" , estava no cartaz.

Nas arquibancadas, o mais tietado foi Erison. Inicialmente no banco, o camisa 89 ouviu muitos gritos vindos da torcida para entrar no decorrer do jogo. "El Toro, El Toro" ecoava no Mané Garrincha. O atacante foi substituído na metade do segundo tempo e colocou uma bola na trave.

Botafogo - Torcida

(Foto: Vítor Silva/Botafogo)

O retorno do Glorioso à Capital Federal foi positivo. O resultado expressivo e a aproximação com uma base significativa de torcedores coloca um saldo bom na viagem. O time comandado por Luís Castro teve folga nesta quinta-feira e retorna aos trabalhos na sexta-feira para focar ao duelo contra o Atlético-GO, pela 3ª rodada do Brasileirão.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários