Rizek afirma: 'É difícil montar um maior Corinthians de todos os tempos sem Rincón entre os 11 titulares'
Lance!
Rizek afirma: 'É difícil montar um maior Corinthians de todos os tempos sem Rincón entre os 11 titulares'


A manhã desta quinta-feira (14) começou em luto para o mundo do futebol. Rincón , ex-jogador de futebol colombiano com passagens por clubes como Cruzeiro, Palmeiras, Santos, Napoli, Real Madrid e Corinthians , faleceu após acidente de carro.

Durante o programa Seleção SporTV desta quinta-feira, o apresentador André Rizek fez questão de exaltar Rincón e afirmou que o jogador está incluído no time dos 11 maiores jogadores da história do Corinthians.

- É difícil montar um 'maior Corinthians de todos os tempos' sem o Rincón entre os 11 titulares. Não tem corintiano, hoje, que não esteja machucado. Ele é uma bandeira do clube - disse o apresentador.

Rizek também afirmou que Rincón, além de eterno ídolo do Corinthians, foi também um dos maiores atletas da história do futebol sul-americano.

- Não tenho medo de afirmar, foi um dos maiores jogadores da história do futebol sul-americano - opinou Rizek.

Ricardinho, que jogou ao lado de Rincón no Corinthians, também fez questão de exaltar o ex-jogador.

- Ele era firme nas decisões e muito intenso, foi um dos poucos amigos que fiz no futebol, o que é muito difícil. Ele foi um craque que eu tive a oportunidade de jogar junto, uma referência. Como ele sempre fazia questão de frisar, nos dias difíceis temos de ter equilíbrio e seguir nossa caminhada. A vida tem que continuar. Que a família tenha conforto nesse momento, e que ele possa descansar em paz - disse Ricardinho.

Petkovic, que atuou com Rincón no Real Madrid, também comentou sobre a personalidade do colombiano.

- Lembro quando cheguei no Real Madrid, ele já estava lá. Deu assistência, me ajudou a fazer história, gols. Ele quase foi o 'culpado' por me fazer glorioso logo na estreia, me dando um passe que quase virou gol. Ele sempre brincava comigo, por eu não falar espanhol - comentou Pet.

Rincón faleceu aos 55 anos. Pelo Corinthians, clube que se destacou, conquistou dois Campeonatos Brasileiros (1998 e 1999), um Paulista (1999) e o Mundial. É um dos maiores ídolos da história do clube e deixará saudades nos torcedores brasileiros.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários