Casa cheia! Botafogo fecha janela de transferências com apostas do exterior para 'Era Textor'
Lance!
Casa cheia! Botafogo fecha janela de transferências com apostas do exterior para 'Era Textor'


A última terça foi marcada por novidades no elenco do Botafogo . Ao fim do prazo para transferências no Brasil, o Alvinegro fechou com sete reforços. Embora alguns tenham acertado com o clube antes da chegada de John Textor, a chegada do empresário em General Severiano mudou o panorama das contratações alvinegras. Se antes a preferência era por jogadores experientes e com larga atuação no futebol nacional, o americano mudou o perfil do plantel ao acionar atletas mais jovens que fizeram a carreira no exterior. Confira os nomes a seguir.

QUEM VEIO DO EXTERIOR
O primeiro reforço do Glorioso na 'Era Textor' foi Phillipe Sampaio , de 28 anos. O zagueiro começou a carreira na base do Santos, e atuou como profissional no Boavista, Feirense e Tondela (POR), Akhmat Grozny (RUS), e Guingamp (FRA). Antes do clube carioca, ele nunca havia jogado no Brasil como profissional. Até agora, completou três jogos com a camisa alvinegra. Apesar do pouco tempo de casa, as atuações do defensor já agradaram parte da torcida.

Outro jogador que iniciou a carreira em bases no Brasil e rumou para a Europa cedo foi Lucas Piazón , também de 28 anos. Como profissional, o meia-atacante atuou em diversos times do velho continente: no Chelsea, Málaga (ESP), Vitesse (HOL), Eintracht Frankfurt (ALE), Readin e Fullham (ING), Rio Ave e Braga (POR). No Glorioso, ele estreou na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, contra o Corinthians.

Formado no Belgrano (ARG), Renzo Saravia passou pelo Porto (POR), mas também pode oferecer conhecimento do futebol brasileiro, uma vez que atuou no Internacional pelas duas últimas temporadas. Victor Sá , por outro lado, fez poucas atuações no Brasil, inclusive na base do Palmeiras, mas logo foi para o exterior. Ele atuou no Kapfenberher SV e LASK Linz (AUT), Wolfsburg (ALE) e Al Jazira (EAU). Pelo Glorioso, também estreou na última partida.

QUEM TEM EXPERIÊNCIA NO BRASIL
Contudo, Textor também buscou reforços que têm experiência no Brasil. Foi o caso de Luís Oyama que, revelado pelo Mirassol, conquistou o acesso para a Série A com o Alvinegro na última temporada e retornou nesta janela. O volante de 25 anos agradou a torcida e foi o pilar no meio-campo. Patrick de Paula é mais um dentro deste perfil. Aos 22 anos, o atacante foi a contratação mais cara da história do clube. Ainda jovem, ele conquistou títulos na base e no profissional do Palmeiras e é considerado uma das maiores promessas do Verdão.

Leia Também

ÚLTIMOS REFORÇOS
No último dia da janela de transferências, o clube de General Severiano anunciou mais dois reforços. Victor Cuesta , do Internacional, chegou por empréstimo até o fim da temporada. O argentino iniciou a carreira no Arsenal de Sarandí, de seu país natal, mas se consolidou no Brasil. Com a camisa colorada, conquistou a titularidade em pouco tempo e foi eleito o melhor zagueiro do Brasileiro de 2018. Sem espaço no Beira-Rio, o defensor optou por representar o Botafogo.

Niko Hämäiläinen foi o penúltimo anunciado pelo Botafogo. Americano naturalizado finlandês, ele atuava no Queens Park Rangers (ING) e defende a seleção da Finlândia. A última partida do jogador foi dia 11 de novembro, na derrota da seleção escandinava para a França, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar. Por fim, o clube também fechou o empréstimo de Sebastian Joffre, que pertence ao Crystal Palace (ING), do qual Textor também é acionista. O atacante boliviano, de 22 anos, também teve passagens pelo Florida FC e Orlando City (EUA) antes de ir para a Inglaterra.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários