No SporTV, ex-árbitra Fernanda Colombo chora ao falar de agressão sofrida por assistente
Lance!
No SporTV, ex-árbitra Fernanda Colombo chora ao falar de agressão sofrida por assistente


A ex-árbitra Fernanda Colombo chorou copiosamente durante sua participação no Seleção SporTV desta segunda-feira ao comentar a agressão, cometida por um treinador, contra a árbitra assistente Marcielly Netto em uma partida de futebol no Espirito Santo.

Momento em que a assistente levou uma cabeçada do treinador Rafael Soriano (Foto: Reprodução)

Após dar cartão vermelho ao lance - jargão usado na atração para reprovar a ação -, Fernanda se emocionou e depois pediu desculpas.

- Um episódio triste e lamentável do futebol brasileiro que aconteceu no Campeonato Capixaba. Triste e lamentável. Eu confesso que fico nervosa de ver tanto essa cena de agressão quanto essa fala do treinador. Porque ele conseguiu piorar uma situação que já era absurda. Ele tem uma atitude muito machista. Colocar a mulher, a vítima, como culpada, como se ela quisesse se promover com a agressão que sofreu - inicou.

- Então, em 2014, já fui acusada de querer me promover por ser mulher e eu achei que as coisas fossem mudar. E as coisas não mudaram. Estou nervosa, porque é algo que mexe comigo e com todas as mulheres. Peço até desculpa e queria dar o cartão vermelho e prestar toda a minha solidariedade para a Marcielly, porque é uma situação muito difícil para todas nós mulheres - concluiu.

O treinador Rafael Soriano foi demitido da Desportiva Ferroviária e suspenso preventivamente pelo Tribunal de Justiça de Desportiva do Espírito Santo (TJD-ES) por um mês, após agredir a árbitra assistente Marcielly Netto. O episódio aconteceu no intervalo da partida contra o Nova Venécia, em jogo das quartas de final do Campeonato Capixaba de 2022, neste domingo.

O pedido, realizado pela Procuradoria Geral, foi deferido horas após o acontecimento, no qual Soriano tentou dar uma cabeçada em Marcielly. Ela revelou aos policiais militares que faziam a segurança do jogo que realmente houve a agressão. O TJD-ES ainda julgará o treinador, que foi demitido da Deportiva, e pode aumentar o gancho para pelo menos 180 dias.

A comentarista do Esporte da Globo recebeu apoio na internet de internautas que acompanharam a atração ao vivo. Veja algumas reações:

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários