Luciano marca no fim, e São Paulo vence de virada o Ayacucho na estreia na Sul-Americana
Lance!
Luciano marca no fim, e São Paulo vence de virada o Ayacucho na estreia na Sul-Americana


Jogando com a equipe alternativa, o São Paulo venceu o Ayacucho, de virada, na noite desta quinta-feira (07), em Lima, no Peru, com gols de Arboleda, Miranda e Luciano. Barrìos e Techera marcaram para os peruanos. Com o resultado, o Tricolor ficou na liderança do Grupo D, com três pontos. Everton-CHI e Jorge Wilstermann-BOL, têm um ponto cada.

SÃO PAULO ABRE O PLACAR, MAS LEVA O EMPATE LOGO DEPOIS
A partida começou a todo o vapor no Peru. Logo aos dois minutos, Marquinhos levantou para a área e encontrou Luciano na segunda trave. O atacante desviou de cabeça para o meio e encontrou Arboleda, que desviou de carrinho e colocou o Tricolor em vantagem.

No entanto, quatro minutos depois, Techera recebeu belo lançamento e passou em profundidade para Barrios, que invadiu a área e tocou na saída de Tiago Volpi para empatar.

TRICOLOR SOFRE A VIRADA E EMPATA EM LIMA
O gol sofrido pareceu abalar o São Paulo, que deixava o Ayacucho gostar da partida. Em um dos lances perigosos, aos 19 minutos, Techera cobrou falta perigosa para a área, a bola passou por todo mundo, e enganou Tiago Volpi. Era a virada dos peruanos.

No entanto, o Tricolor não desistiu e empatou a partida pouco tempo depois. Aos 22, Moreira cobrou escanteio longo, para a segunda trave. Miranda, nas costas da marcação, subiu sozinho e testou para baixo, empatando o jogo em Lima.

SÃO PAULO E AYACUCHO TÊM CHANCES DE GOL
Depois dos quatro gols marcados, a partida ainda continuou aberta. Com 25 minutos, Reinaldo cobrou lateral para a área, Luciano dividiu com a defesa e viu a bola sobrar para Miranda. O defensor soltou a bomba na entrada da pequena área, mas ela foi por cima da meta.

Já aos 26, Techera bateu escanteio, Volpi saiu mal do gol e Barríos cabeceou sozinho na pequena área, para fora. A última chance do primeiro tempo foi do clube peruano. Techera cobrou escanteio rasteiro, Luciano desviou no meio do caminho e a bola tocou na trave.

> TABELA: Confira a tabela da Sul-Americana e simule os próximos jogos

2º TEMPO COMEÇA MAIS MORNO
O segundo tempo começou diferente do que começou o primeiro, com as duas equipes tendo dificuldades de conseguir jogadas ofensivas. Sendo assim, a bola aérea teve que ser a aposta. Com cinco minutos, Reinaldo cobrou escanteio para o meio da área e encontrou Arboleda, que desviou de cabeça por cima.

Já o Ayacucho tentava explorar os contra-ataques, mas pecava no último passe. O São Paulo dava muito espaço aos peruanos, mas a qualidade técnica da equipe peruana deixava a desejar.

GOLEIRO SALVA O AYACUCHO EM CHUTE DE MARQUINHOS
O São Paulo melhorou no jogo e quase virou aos 24. Moreira cruzou para a segunda trave e encontrou Marquinhos, que pegou com estilo de primeira e exigiu bela defesa de Espinoza, que espalmou.

LUCIANO FAZ DE PÊNALTI NO FIM E DÁ A VITÓRIA AO SÃO PAULO
Quando o jogo parecia que terminaria empatado, Juan foi derrubado por Salazar na pequena área ao bater para o gol. Pênalti para o Tricolor, aos 42 minutos.

Na cobrança, Luciano bateu no canto esquerdo e o goleiro caiu no canto direito. Gol que garantiu a vitória ao São Paulo.

AYACUCHO-PER 2 X 3 SÃO PAULO
Local:
Estádio Nacional, em Lima (PER)
Data/Horário: 07/04/2022, às 21h30
Árbitro: Augusto Aragon (EQU)
Assistentes: Byron Romero (EQU) e David Vacacela (EQU)
Gols: Arboleda (02'/1ºT) (0-1), Barríos (08'/1ºT) (1-1), Techera (19'/1ºT) (2-1), Miranda (22'/1ºT) (2-2), Luciano (42'/2ºT (2-3)
Cartões Amarelos: Morales, Guidino, Salazar, Toledo (AYA), Marquinhos, Luciano (SAO)
Cartões Vermelhos: Salazar (AYA)

AYACUCHO-PER
Ítalo Espinoza, Aldair Salazar, Jorge Toledo, Minzún Quina e Guidino; Edinson Chávez (Magallanes, aos 28'/2ºT), Jose Parodi (Romaní, aos 32'/2ºT), Morales (Sebastián Gonzáles, aos 46'/2ºT) e Cristian Techera; Eric Barrios (Paúcar, aos 32'/2ºT) e Nicolás Royón (Arce, aos 46'/2ºT). Técnico: Alejandro Apud.

SÃO PAULO
Volpi, Moreira (Igor Vinícius, aos 32'/2ºT), Arboleda, Miranda e Reinaldo; Luan (Gabriel, aos 15'/2ºT), Andrés Colorado (Talles Costa/Intervalo) e Patrick (Juan/Intervalo); Rigoni, Marquinhos (Toró, aos 26'/2ºT) e Luciano. Técnico: Rogério Ceni.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários