Marcos Rocha explica pênalti contra o Palmeiras e diz que árbitro entrou pressionado
Fábio Lázaro
Marcos Rocha explica pênalti contra o Palmeiras e diz que árbitro entrou pressionado


Personagem do pênalti que resultou no gol que abriu o placar para o São Paulo, na vitória por 3 a 1 contra o Palmeiras, nesta quarta-feira (30), no estádio do Morumbi, pela primeira partida da final do Campeonato Paulista , o lateral-direito Marcos Rocha, do Verdão, explicou o lance reclamado por todos os palmeirenses, que viu como equivocada a marcação do árbitro Douglas Marques das Flores após consulta ao VAR.

O lance aconteceu no último minuto do primeiro tempo, quando o lateral-esquerdo são paulino Wellington cruzou e a bola pegou no braço de Rocha que, no entanto, estava com o membro colado ao corpo.

- Quando aconteceu o pênalti, eu estava muito próximo ao Alisson, levei a minha mão dentro da massa do meu corpo para não ter nenhuma área para fora para não falar que eu intervi na jogada, essas coisas que eles alegam, pode pegar a foto nitidamente eu estou com a mão no meu corpo, claro, só protegendo, mas quando pega a imagem do VAR congelada, parada, ele tem a decisão de dar o pênalti, ou não – explicou o camisa 2 do Palmeiras na zona mista após a partida.

> TABELA - Vem Brasileiro! Confira a tabela dos primeiros jogos do campeonato
> GALERIA - Veja quanto o Palmeiras faturou em premiação com Abel Ferreira

Marcos Rocha falou com a imprensa após a derrota no Choque-Rei (Foto: Fábio Lázaro/Lancepress)

Marcos Rocha ainda alegou que Doulgas entrou em campo pressionado, já que havia sido árbitro também do último Choque-Rei, no último dia 10 de março, ainda pela primeira fase do Paulistão, que terminou com vitória palmeirense por 1 a 0, e uma expulsão do lateral-direito Rafinha, do São Paulo, no fim da partida.

- Hoje ele (o árbitro Douglas Marques das Flores) entrou pressionado principalmente pelo primeiro clássico que a gente ganhou, e ele expulsou o Rafinha, e ele acabou se perdendo um pouquinho hoje.

Um dos atletas mais experientes do atual elenco do Palmeiras, Rocha admitiu que o Verdão não conseguiu impor o seu jogo pelas laterais, fugindo de um meio-campo travado, mas disse acreditar na confiança do grupo para reverter o placar adverso na volta, que acontecerá neste domingo (3), às 16h, no Allianz Parque, casa palmeirense.

- Jogo travado, muito disputado no meio-campo. A gente já previa isso, jogar mais pelas laterais, mas a gente não conseguiu. Agora é descansar porque a gente tem uma equipe muito madura, muito qualificada, a confiança é muito grande nos companheiros, a gente sabe que todo mundo estiver no ápice da forma no domingo a gente vai conseguir fazer um bom jogo.

Para virar a decisão do Campeonato Paulista, o Palmeiras precisará vencer por três gols de diferença. Caso bata o Tricolor por dois tentos de vantagem, a competição será decidida na disputa por pênaltis. O São Paulo tem a vantagem do empate e a derrota por até um gol. Não há critério de gols marcados fora de casa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários