Inchar ou encorpar o elenco? Aumentar número de opções para Zé Ricardo já era plano do Vasco
Felippe Rocha
Inchar ou encorpar o elenco? Aumentar número de opções para Zé Ricardo já era plano do Vasco


O Campeonato Carioca acabou, o Vasco se prepara para a Série B e a diretoria está ativa no mercado. Um ponta chegou neste período e já treina com a equipe, outro está encaminhado, assim como um centroavante e um lateral-direito. E mais dois zagueiros deverão chegar. O elenco está ficando mais numeroso, sem saídas na mesma medida. Mas nada que o clube tema resultar em inchaço.

Há exatamente uma semana, o LANCE! iniciou a publicação da entrevista exclusiva de Carlos Brazil. E na primeira das reportagens , o gerente geral de futebol do Cruz-Maltino deixou explícito o plano: se não é possível contratar jogadores de grande qualidade - e que, consequentemente, recebem salários proporcionais - a solução é ter mais jogadores do mesmo nível.



- Nós vamos encorpar o elenco para dar alternativas ao Zé Ricardo no sentido de que muitos jogadores desses vão oscilar, podem não conseguir render o que esperamos deles no momento da contratação, como já aconteceu. "Opa, não rendeu?" Precisamos trazer um outro que talvez nem vá ser o titular, mas que vai fazer uma disputa sadia, vai estimular o outro - revelou, na ocasião.

Isso significa que não necessariamente o Vasco vai se desfazer de Léo Matos ou Weverton após ter acertado com Gabriel Dias. Ao mesmo tempo em que poderão ser quatro, sim, os centroavantes: Raniel, Figueiredo, Getúlio e o recém-contratado - mas ainda não anunciado - Zé Vitor.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Nas pontas, era mais óbvia a necessidade de aumento de qualidade e quantidade. E assim está sendo feito. Faltam, pelo menos, os dois zagueiros que Carlos Brazil mencionou na mesma entrevista.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários