Dunga não vê Seleção Brasileira dependente de Neymar: 'A imprensa que fala'
Lance!
Dunga não vê Seleção Brasileira dependente de Neymar: 'A imprensa que fala'


No evento de lançamento da bola da Copa do Mundo 2022 , realizado na última quarta-feira (30), em São Paulo, Dunga, ex-treinador da Seleção Brasileira, analisou a figura de Neymar no time de Tite e não vê a equipe dependente do camisa 10.


- É mais uma questão de que a imprensa fala de dependência. Fomos dependentes do Pelé, ele machucou e entrou o Amarildo. Fomos dependentes do Ronaldo, Rivaldo entrou e ganhou. Não podemos criar uma polêmica de dependência do Neymar. Vamos ser dependentes dele e dos outros atacantes.

Além de falar sobre Neymar, o tetracampeão Mundial com o Brasil também se posicionou contrariamente a um técnico estrangeiro assumir a vaga de Tite, que já deixou pública sua intenção de deixar Seleção após a Copa. Para o técnico do Mundial de 2010, um treinador estrangeiro sofreria para se adaptar à cultura do país.

Perguntado sobre Abel Ferreira, técnico do Palmeiras especulado na Seleção e que está no Brasil há um ano e cinco meses, Dunga o elogiou, mas afirmou que o português seria muito questionado desde o início se aceitasse treinar a equipe pentacampeã.

Leia Também

- Todo mundo quer treinador estrangeiro na Seleção Brasileira. Quando assumir, 50 a 60% que queriam ele na Seleção Brasileira vão começar a questionar. Já questionam com ele ganhando tudo no Palmeiras. O cara tá ganhando tudo e ainda vão questionar? Imagine ele na Seleção Brasileira.

Dunga foi o capitão do tetracampeonato Mundial do Brasil em 1994, além de ter treinado a Seleção em duas oportunidades: de 2006 a 2010 e de 2014 até 2016, quando deixou o cargo que foi ocupado por Tite. No comando da Seleção Canarinho, o ex-volante conquistou uma Copa América e uma Copa das Confederações.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários