Por dívida de € 1 milhão, Botafogo tenta 'abater' valor para ter Lucas Fernandes
Sergio Santana
Por dívida de € 1 milhão, Botafogo tenta 'abater' valor para ter Lucas Fernandes


O Botafogo ainda tem confiança na contratação de Lucas Fernandes , mas um novo percalço surgiu no caminho. O Glorioso tem uma antiga dívida com o Portimonense-POR, atual clube do meio-campista, e a equipe portuguesa quer o pagamento deste valor para liberar o atleta.

+ Botafogo pretende fazer pré-temporada de 2023 nos Estados Unidos e Europa, garante John Textor

A ideia do Botafogo era contratar o jogador em um empréstimo gratuito, colocando uma opção de compra fixada ao final do contrato, mas a coisa mudou nesse cenário. A dívida é de cerca de 1 milhão de euros (R$ 5,2 milhões, na cotação atual).



Lucas Fernandes foi um pedido de Luís Castro e, por isso, o Botafogo tenta se entender com o Portimonense para um final feliz. Diretores do clube conversaram com o empresário do jogador visando uma solução, mas aí há outro 'percalço' no caminho.

Essa dívida com o Portimonense, assim como todas as outras do Botafogo, estão inseridas no RCE (Regime Centralizado de Execuções), que juntou todos os débitos do clube em uma espécie de "fila". O Alvinegro deixa 20% da renda mensal para o pagamento dessas dívidas.

Portanto, o Botafogo não pode simplesmente chegar e pagar esse débito com o Portimonense - porque, teoricamente, esse débito estaria "passando à frente" de outros e poderia quebrar o ciclo do RCE.

O clube tenta outras soluções, como diluir os valores como se fosse um negócio alternativo ou adicionar esta quantia na opção de compra futura. Lucas é um pedido de Luís Castro e vê com bons olhos o retorno ao Brasil, o que deve facilitar o "aperto de mãos". No momento, parece apenas questão do entendimento das equipes de como o negócio será feito.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários