Luís Castro relata dificuldades do Botafogo em estrutura, não foge do desafio e diz: 'É fundamental ter CT'
Sergio Santana
Luís Castro relata dificuldades do Botafogo em estrutura, não foge do desafio e diz: 'É fundamental ter CT'


A estrutura é uma das pautas no Botafogo há muito tempo. Luís Castro, treinador apresentado pelo clube na tarde desta terça-feira , não fugiu do tema. O português admitiu que o interior do Alvinegro realmente está aquém do ideal, mas que aceitou o desafio sabendo das dificuldades.

+ Quem fica no pódio? Os destaques, decepções e surpresas do Botafogo na campanha no Carioca

- Não vamos esconder nada. Estamos com muitas dificuldades, não temos espaço para treinar, mas teremos que ganhar assim mesmo. Sou responsável por tudo que acontecer no Botafogo. Aceitei o clube como o clube está. Aceitei o investimento na estrutura. Não sabemos onde vamos treinar amanhã. Vamos lutar muito para ter melhorar. É fundamental ter um CT. Não podemos comprar um carro e não ter uma estrada para andar com ele. Vamos organizar rapidamente e andar uma zona mais turbulenta para depois andar melhor. O clube está bem organizado, tem que parabenizar o clube. Organização existe, mas a estrutura está velha - afirmou.

John Textor corroborou com o discurso do treinador. O investidor do Alvinegro afirmou que existem planos para o Espaço Lonier, futuro centro de treinamento do Botafogo, mas que tudo ainda está longe de ser acabado.

- Na estrutura, temos muitos desafios. Temos grandes parceiros, pessoas que têm lugar onde as categorias de base treinam, onde eu visitei o CEFAT ontem, pessoas maravilhosas que torcem para o Botafogo, Lonier, com os irmãos Moreira Salles que tem planos para o CT que nós gostamos. Mas infelizmente estamos espalhados pelo Rio e isso dificulta logisticamente. Tem muitos problemas na estrutura. É uma família que queremos trazer juntos, mas não estamos juntos funcionalmente. Tem uma energia na base quando você traz essas pessoas juntas - explicou.

A necessidade é o curto prazo e o Botafogo precisa de mais campos e estrutura. John Textor está em contatos com parceiros do Botafogo em busca de novas estruturas para que Luís Castro possa ter acesso a novos campos desde já.

- No time profissional, (jogadores) precisam de isolamento, treinos privados e precisamos resolver. Ao mesmo tempo, seria inspirador se os garotos da base encontrassem com eles em outros lugares sem ser no CT, como acontece no Crystal Palace. Lá, os jogadores se encontram na rua porque os dois centros são muito perto um do outro e eles ficam com um brilho no olhar. Os torcedores, os irmãos, já viajaram em busca de centros de primeiro mundo, existe um vídeo do Crystal Palace mostrando as instalações... Esse é o padrão que precisamos ter aqui, é um dos maiores clubes do mundo. Crystal Palace é um dos times medianos, mas as pessoas na Inglaterra olham o Botafogo como gigantesco e precisamos juntar isso como uma grande família. Estaremos conversando com os parceiros em busca de parcerias e lugares, em busca de locais na cidade. A curto prazo, Luís Castro precisa de campos e nós vamos dar o que ele precisa - completou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários